terça-feira, 25 de abril de 2017

Auto Pista vai isentar ambulâncias do pagamento de pedágio


Um grande problema que envolve as ambulâncias da Prefeitura de Campos e a Auto Pista Fluminense está em vias de ser resolvido.

Um dos grandes entraves é que as ambulâncias que estão com pacientes precisam pagar o pedágio. Nos variados casos, o motorista, o acompanhante ou o paciente tinham que pagar para que o carro passasse.

Porém, através de articulação política realizada pela Prefeitura de Campos a auto pista requereu através do ofício 0029/2017 à listagem das ambulâncias com as devidas numerações de placas para que haja a isenção de pedágio.

Trata-se de uma ação que uma vez concretizada ajudará em demasia aos que necessitam cruzar, todos os dias, a plataforma de pedágio.

Cláudio Andrade.

Prefeitura de Campos antecipa pagamento dos servidores para quinta-feira (27)


O pagamento dos servidores municipais estatutários ativos, comissionados, pensionistas e aposentados da prefeitura de Campos referente ao mês de abril vai ser antecipado. Inicialmente previsto para acontecer na sexta-feira, dia 28, será feito um dia antes, dia 27, em função de rumores de que os bancos de todo o país poderão estar fechados na sexta, devido a uma greve geral em todo o país. Todos os setores da prefeitura vão funcionar normalmente neste dia.

— Preferimos evitar riscos e o prefeito Rafael Diniz nos pediu para fazermos um esforço e realizar o pagamento nesta quinta-feira. Assim, o servidor receberá sem problemas — afirmou o secretário municipal de Gestão Pública, André Oliveira.

O montante do depósito destinado aos cerca de 20 mil servidores é superior a R$ 77 milhões.

— Como todos os servidores, sejam ativos, pensionistas e aposentados, possuem cartões magnéticos, eles vão poder receber sem transtornos. Embora o pagamento seja feito em um único dia, acreditamos que poucos hoje enfrentam fila para sacar seus salários — concluiu André Oliveira.

Por: Edson Cordeiro - Foto: Rafael Peixoto -

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Rafael reconhece relevância do Asilo do Carmo


Com muita alegria e satisfação que li hoje no Diário oficial do Município de Campos o repasse feito pelo Prefeito Rafael Diniz ao Asilo do Carmo. Trata-se de um local onde mais de sessenta idosos vivem diante de uma estrutura precária em que pese os esforços de todos que lá dedicam seu tempo aos internos.

A parceria (Termo de Fomento 001/2017) possui o valor de R$ 148.500,00, pelo período compreendido de Janeiro a Março de 2017 e com base no Art. 30, incisos I e IV, da Lei Federal nº 13.019/14.

A justificativa da celebração do termo de Fomento entre este Município e a Associação Mantenedora do Asilo Nossa Senhora do Carmo pelo prazo de 90 dias, se deve aos termos do Plano de Trabalho apresentado.

Por fim, observou-se o princípio da continuidade do serviço público; considerando o relevante e essencial papel desempenhado pela referida Instituição.

Vale ressaltar que o serviço de fisioterapia do Asilo já foi aumentado em 100% dando aos idosos dignidade e base física e psicológica.

Parabéns aos envolvidos

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Meus 100 dias.


NÃO mudarei as regras do jogo que escolhi viver.

Pavimentei a minha caminhada dentro do que penso ser melhor para mim e para a sociedade
Aprendi que a pressa só causa desalento e ansiedade e que as pressões alheias são ventos contrários que precisam ser dizimados.

Também sei que há abraços e ABRAÇOS, beijos e BEIJOS, elogios e ELOGIOS.

Constatei que a INVEJA é algo corrosivo e o CIÚME um sentimento desnecessário nas relações humanas;

Hoje eu tenho uma legião de pessoas que gostam de mim e outra, tão grande quanto, que oscila entre me amar ou odiar de acordo com o fluxo interno de contentamento.

Vejo com nitidez os aplausos protocolares, os afagos falsários, o beijo ácido e a falsa parceria;
Nos corredores da vida, há muitos que desejam meu tropeço e outros que querem meus pés firmes na rocha;

Das árvores dos relacionamentos humanos emanam frutas saborosas e outras tão podres que quase nos matam por envenenamento;

Todos os dias há o cheiro da maldade pelos cantos lutando contra a força de vencer que se posta firme e com o dedo em riste;

Não haverá tombo, desânimo ou desistência. Nos dias de tempestade forte, aprendi que a oração nos leva a parar o barco, expulsar os falsos marinheiros e seguir viagem, mesmo que a tripulação seja menor;

Cem dias de uma vida nova onde que aprendi como o ser humano é falho, complexo, necessitado e frágil. Não se valer das fragilidades alheias é sinal de honra e se proteger dos maus, uma luta diária.

Por fim, sei que GRATIDÃO não prescreve, mas não há necessidade de lembramos aos outros os nossos próprios feitos.

Que Deus, na sua infinita bondade me abençoe e faça com que eu possa cumprir a minha missão mesmo diante das incoerências oriundas do mundo material e espiritual.

Cláudio Andrade

Grupo IMNE completa 42 anos

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Vereador Cláudio Andrade assina "CPI das Rosas"


Nesse momento me sinto orgulhoso de ter sido o nono vereador a assinar a abertura da CPI das Rosas. A assinatura foi fundamental para justificar a abertura da Comissão, que apura possíveis irregularidades na contratação da empresa Emec e também  de possíveis superfaturamentos ocorridos na gestão da prefeita Rosinha

Rafael requer extinção da agência reguladora instituída por Rosinha


O prefeito Rafael Diniz enviou à Câmara dos Vereadores de Campos processo requerendo o fim da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados (Lei nº 8.712/2016), que foi instituída no apagar das luzes da gestão da ex-governadora.

O processo está em trâmite pela Comissão Constitucional de Justiça e Redação Final tendo como objeto principal do pedido de extinção a “inexistência de finalidade específica” nas atribuições do órgão, indo de encontro com o que determina a Constituição Federal.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Cláudio Andrade explica andamento da CCJ e seus requerimentos em sessão relâmpago


Na qualidade de Presidente da CCJ fui consultado pela imprensa acerca dos andamentos dos projetos em tramitação na Câmara após às últimas decisões judiciais.

Solicitações do Vereador Cláudio Andrade - Sessão 18/04

● Processo nº 0820/2017/SEC/CMCG – Solicita limpeza do canal da Av. Winston Churchill, próximo a Igreja Evangélica Discípulo de Jesus, no Bairro Jóquei Clube.

● Processo nº 0821/2017/SEC/CMCG – Solicita asfaltamento e troca de lâmpadas na Rua Projetada “6”, no Bairro Tapera.

● Processo nº 0854/2017/SEC/CMCG – Solicita asfaltamento das ruas Arnaldo Rosa Viana e Monsenhor Aquiles, no Bairro Jóquei Clube.

● Moção de aplausos pelo “Dia de Tiradentes” a ser lembrado em 21 de abril.

● Moção de aplausos pelo “Dia do Descobrimento do Brasil” a ser lembrado em 22 de abril.

*Postado pela assessoria!

*Foto: Carlos Grevi
#vereadordetodos #vereadordeverdade #lupanacoisapublica
#claudioandradenacamara #mandatodopovo
#mandatoquevocepaga

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Cláudio Andrade recebe grande público em sua prestação de contas em Guarus

Estive na noite desta segunda-feira (17), no Parque Alvorada, em Guarus, para mais uma reunião de prestação de contas e agradecimento! O contato direto com o povo não pode ser estreito e por isso vamos continuar mantendo o nosso gabinete a serviço da população campista! Meu agradecimento ao grande público que compareceu!

Fotos: Carlos Grevi

#vereadordetodos #vereadordeverdade #lupanacoisapublica
#claudioandradenacamara #mandatodopovo
#mandatoquevocepaga




O pescador de 12 milhões de reais


Não me causou espanto o fato de o pescador campista aparecer como o sexto maior beneficiado com dinheiro oriundo de caixa dois.

Seria uma ingenuidade acreditar que, por trás daquele discurso moralista e agressivo, estaria um homem sem pecados. O pescador foi pego e a sua vara será estendida pela Justiça até chegarmos à abundância de seus cardumes.

Segundo as delações, o Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, pagou R$ 12 milhões ao pescador, mas esse valor pode ter chegado a R$ 20 milhões.

A distribuição dessa verba ocorreu em pelo menos três eleições, segundo o delator: duas nas campanhas da esposa do pescador, em 2008 e 2012 e uma na do próprio ex tudo, em 2014.

Aqui em nossa planície, onde o Rio Paraíba do Sul atravessa, o pescador usou seu barco por anos a fio, tratando a sua tripulação como marionete e levando-as a mares tortuosos devido a mentiras bem articuladas.

A queda da máscara do pescador vem em boa hora. Na Câmara dos Vereadores de Campos algumas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) estarão em curso e teremos a oportunidade de abrir o convés e trocar de uma vez o motor de popa dessa nebulosa embarcação.

Durante muitos anos, diversas pessoas foram conduzidas a viagens perigosas e que causaram danos irreparáveis à população. O pescador, dotado de uma boa lábia, calafetava o casco dos barcos com discursos abstratos visando seus sonhos mirabolantes de poder, pelo Poder.

Mesmo diante da queda do pescador, ainda existem algumas longarinas e quilhas que insistem em propagar o legado falido do sexto maior recebedor de caixa dois.

Enquanto alguns acreditavam no falso mantra difundido pelo pescador, a Odebrecht, no governo da esposa do pescador venceu duas licitações, totalizando R$ 833 milhões.

Na primeira delas, para a construção de 5,1 mil casas populares do programa “Morar Feliz” a Odebrecht faturou contrato de R$ 357 milhões. O delator revelou que, ao contrário do que ocorre normalmente, o modelo da licitação foi lote único, o que impediu que construtoras pequenas, sem condições financeiras, entrassem na disputa.

O delator Leandro Azevedo contou também que, para que a Odebrecht não aparecesse como única interessada na licitação, representantes da empreiteira negociaram com a Queiroz Galvão e Carioca Engenharia – construtoras com concessões em Campos – para que apresentassem propostas com valores acima à da Odebrecht.

Finalizo com um trecho do poema de Vinícius de Moraes: “Ah, que tu és poderoso, pescador! caranguejo não te morde Marisco não te corta o pé, ouriço-do-mar não te pica”

E agora pescador?

O PSDC não tem dono


Sou filiado ao PSDC de Campos dos Goytacaz e através da boa nominata da sigla pude me eleger com dois mil duzentos e dezessete votos ao cargo de vereador.

Contudo, relevante informar, que não tive um apoio partidário que pudesse fazer com que o meu árduo trabalho pudesse ser facilitado. Motivo: não estava entre as dez primeiras opções do Presidente Estadual da sigla.

Algum problema nisso? Claro que não, afinal, ninguém é obrigado a apoiar que não deseja ou não acredita que possa se eleger. Esse foi o meu caso.

Por outro lado, após a minha diplomação e posse comecei a notar que a linha de se fazer política de alguns integrantes da sigla se mantém a mesma, indo de encontro a tudo de novo que a prática política exige.

O PSDC de Campos dos Goytacazes está agitado e isso não se deve a minha atuação ou a do vice-presidente da Câmara, o vereador José Carlos.

O grande problema é que alguns políticos que desejam ser candidatos a deputado federal e ainda se encontram fora da sigla (sequer filiados), estão fazendo acordos políticos com representantes da regional sem consultar os membros do partido, diretores e os políticos detentores de mandato que o partido já possui em Campos.

Para que isso possa ocorrer sem que os verdadeiros interessados saibam, membros da regional enviam emissários às localidades, muitos são assessores, maridos ou parentes de assessores vinculados à ALERJ, para que os mesmos iniciem conversas de cooptação de apoio sem a presença das representações constituídas ou das direções partidárias.

Essa situação vem se agravando e é necessário que haja manifestação pública das autoridades constituídas para que o partido possa continuar crescendo e ampliando a sua base sem que a imagem da sigla seja arranhada por atitudes personalistas de alguns membros da regional.

Finalizo dizendo que entrar na mata, sem o sinal da Cruz pode abrir um desnecessário conflito político no momento em que o município precisa de união.

Vamos aguardar.

Cláudio Andrade

segunda-feira, 10 de abril de 2017

As três linhas que Rafael enfrenta como prefeito


Sempre fui um observador das movimentações políticas e, agora, na qualidade de vereador em Campos dos Goytacazes, tenho a oportunidade de conhecer por dentro, as nuances de uma gestão pública.

Dentro dessa oportunidade, a mim concedida por dois mil duzentos e dezessete eleitores, observo, que há três linhas que se portam diante do jovem prefeito de Campos, o advogado Rafael Diniz.

A primeira linha é pífia e representada pelo rescaldo do governo passado. Formada por alguns ex-vereadores e de poucos seguidores, que como os japoneses que residiam no Brasil, não aceitavam que o Japão havia perdido a guerra mesmo após a rendição.

A segunda linha que se porta diante do chefe do executivo municipal é composta por cidadãos campistas que diante de um passado de descaso em relação as suas demandas, estão marcando em cima do novo alcaide, querendo dele, em curto espaço de tempo, tudo que há de direito e foi renegado pelas gestões passadas.

Trata-se de cobradores de legado nefasto que possuem todo o direito de cobrar e, nesse grupo, se encontram RPAs que trabalharam até dezembro, aprovados em concurso público que ainda não foram chamados, categorias profissionais que desejam equiparação, dentre tantas outras pessoas.

Na terceira e última linha é possível constatar um misto de requerentes e de apoiadores. Porém, ao estar incluído em alguns grupos de informação, via watsapp percebo que ser ‘apoiador’ de Rafael está sendo confundido com crítico do mesmo.

É para cobrar? Claro que é, mas como? De que maneira? De que forma? Desgastando o governo e dando sobrevida aos japoneses da Lapa?

Entendo que há necessidade de mudanças extremas, mas acredito que muitas ainda não virão, pela total incapacidade administrativa de se realizar.

Alguns podem dizer (olha eu antecipando perguntas) que o problema é dele. Afinal, não quis ser prefeito? Correto, mas qual tipo de gestor estamos esperando? Um ser midiático que quando espirra deseja que a cidade toda esteja gripada ou um administrador que antes de brindar suas ações precisa ter a certeza de que elas não serão impugnadas pela Justiça ou desaprovadas pela sociedade?

Então, nobre Cláudio, você está pedindo paciência para nós? Não, estou pedindo que se busquem os motivos pelos quais os nossos desejos ainda não foram atendidos. Para que serve isso: para que a espuma dos cem dias não se transforme em tempestade.

A espuma que gradativamente se esvai deve ser trocada por uma onda que cresça de forma gradativa, dando aos navegantes a certeza de que a viagem será longa, mas sem risco de naufrágio.

Não podemos nos esquecer de que a última ‘barca’ dirigida pela ex-governadora estava rachada há anos e foi através de uma mídia muito bem paga que a água que entrava pelo casco foi escondida.

Vamos cobrar de Rafael Diniz? Sim, muito. Mas o conteúdo das cobranças deve ser cirúrgico sob pena de apenas incentivarmos aqueles que sempre estiveram na folha salarial da prefeitura apenas para formar a muralha de mentiras que tanto mal já fez à nossa cidade.

Cláudio Andrade.

Cláudio Andrade solicita e bairro da Penha recebe "Campos Luz"




Que agradecer ao Prefeito Rafael Diniz e ao Daniel da Campos Luz por ter atendido ao me pedido para a recomposição das lâmpadas no bairro da Penha. Quanto mais luz, maior a segurança. Obrigado e parabéns à comunidade.

Jornada do Dia Mundial da Doença de Parkinson nesta terça-feira


O Centro de Doença de Alzheimer e Parkinson (CDAP), vinculado à secretaria de Saúde de Campos, irá realizar na terça-feira (11) uma jornada do Dia Mundial da Doença de Parkinson. O evento, que contará com palestras e dinâmicas, tem o objetivo de tirar dúvidas e conscientizar as pessoas sobre a doença e acontecerá às 17h, no Clube da Terceira Idade.

Segundo a coordenadora do CDAP, Drª Deborah Casarsa, durante o evento vários assuntos serão abordados como a Saúde Pública e o Idoso, sinais e sintomas do pré-Parkinson e na doença de Parkinson,o tratamento e a diferença entre Alzheimer e Parkinson.

— O Parkinson é uma doença neurodegenerativa que não tem cura. Então, isso pode gerar uma depressão e angústia no paciente diagnosticado. No entanto, precisamos disseminar informações de que há uma luz no tratamento sim e esse é o objetivo da jornada. As pessoas precisam entender que é possível frear o avanço da doença, com o tratamento adequado, e é possível viver com qualidade — destacou ao acrescentar que tanto o Parkinson quanto o Alzheimer são doenças neurodegenerativas que geralmente ocorre após os 65 anos.

Atualmente, o CDAP atende mais de 600 pessoas com Parkinson ou distúrbios de movimento e mais de 2 mil assistidos com Alzheimer. "Para iniciar o tratamento, as pessoas com suspeita das doenças devem comparecer ao CDAP com encaminhamento médico. A partir daí fazemos uma triagem, com testes cognitivos e outros exames para saber qual a real situação daquela pessoa. Quando confirmado, o tratamento começa a ser feito com neurologistas, geriatras e outros profissionais. Atualmente, contamos com uma equipe multidisciplinar composta por 20 profissionais dentre médicos, psicólogos, fisioterapeutas, entre outros", explicou drª Deborah Casarsa, que fundou o CDAP há 10 anos.

A coordenadora do Centro disse que o trabalho realizado pelos profissionais de saúde é baseado no pacto do idoso, do Ministério da Saúde. "O intuito desse pacto é dar autonomia e independência à pessoa idosa, para que o idoso seja capaz de viver melhor, com mais saúde, com mais vigor. O prefeito Rafael Diniz, que também é bastante sensível com os assuntos relacionados aos idosos, nos pediu uma atenção especial para esse trabalho e é isso o que a gente tem feito diariamente", comentou.

Por: Redação - Foto: Valmir Oliveira -

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Ong mexicana considera Campos uma das cidades mais violentas do mundo


Brasil foi o país com o maior número de cidades entre as 50 mais violentas do mundo em 2016, segundo a lista divulgada nesta quinta-feira (07/04) pela ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal. O país possui 19 municípios no ranking.
"Das 50 cidades da lista, 19 estão no Brasil, oito no México, sete na Venezuela, quatro nos Estados Unidos, quatro na Colômbia, três na África do Sul, duas em Honduras, uma em El Salvador, uma na Guatemala e uma na Jamaica", afirmou a ONG.

Na décima posição no ranking, Natal é a cidade mais violenta do país, com 69,56 homicídios por 100 mil habitantes. O município é seguido por Belém e Aracaju.

A lista inclui ainda Feira de Santana (15º), Vitória da Conquista (16º), Campos dos Goytacazes (19º), Salvador (20º), Maceió (25º), Recife (28º), João Pessoa (29º), São Luís (33º), Fortaleza (35º), Teresina (38º), Cuiabá (39º), Goiânia (42º), Macapá (45º), Manaus (46º), Vitória (47º) e Curitiba (49º).

Com 130,35 homicídios por 100 mil habitantes, Caracas, na Venezuela, aparece no topo do ranking das mais violentas do mundo, seguida por Acapulco, no México, e San Pedro Sula, em Honduras. Segundo a ONG, a repetição da posição da capital venezuelana por dois anos seguidos confirma a crise criminal no país.

Em relação a 2015, duas cidades brasileiras deixaram o ranking no ano passado: Porto Alegre e Campina Grande.

Segundo a ONG, os níveis de violência na América Latina não são uma surpresa e refletem a impunidade. No Brasil, ela atinge 92% dos homicídios, na Venezuela, El Salvador e em Honduras, chega a 95%.

A lista da ONG é baseada no número de homicídios por 100 mil habitantes e analisa municípios com mais de 300 mil habitantes.

Caracas (Venezuela) – 130,35 homicídios/100 mil habitantes
Acapulco (México) – 113,24
San Pedro Sula (Honduras) – 112,09
Distrito Central (Honduras) – 85,09
Victoria (México) – 84,67
Maturín (Venezuela) – 84,21
San Salvador (El Salvador) – 83,39
Ciudad Guayana (Venezuela) – 82,84
Valencia (Venezuela) – 72,02
Natal (Brasil) – 69,56
Belém (Brasil) – 67,41
Aracaju (Brasil) – 62,76
Cape Town (África do Sul) – 60,77
St. Louis (EUA) – 60,37
Feira de Santana (Brasil) – 60,23
Vitória da Conquista (Brasil) – 60,10
Barquisimeto (Venezuela) – 59,38
Cumaná (Venezuela) – 59,31
Campos dos Goytacazes (Brasil) – 56,45

G1.

Programa de Alergia Alimentar: recadastramento já começou em Campos


A partir desta quinta-feira (06), todos os beneficiários do Programa de Alergia Alimentar estão convocados para comparecer, das 8h30 às 16h30, de segunda a sexta-feira, na Farmácia Municipal de Saúde para realizar o recadastramento no Programa. A secretaria fica localizada na Rua Voluntários da Pátria, nº875, no Centro de Campos. Vale lembrar que os responsáveis que não comparecerem para realizar o recadastramento ficarão suspensos do programa. Não há prazo para o encerramento do recadastramento.

De acordo com Carla Tripári Coelho, chefe do Departamento de Nutrição, setor responsável pelo recadastramento, o objetivo é fazer o levantamento atualizado dos beneficiários e estabelecer inovações no que diz respeito às especificações das fórmulas para melhor atender as diretrizes do programa.

— É importante salientar que o auxílio ao beneficiário é estabelecido de acordo com as normas que regem o programa (Perfil Socioeconômico - Lei 8.708/16), além do acompanhamento regular nas consultas com a equipe multiprofissional — explica Carla.

Ao comparecer no local para o recadastramento, o beneficiário deverá apresentar cópia dos seguintes documentos:

• Responsável pelo beneficiário e todos os membros que residem no domicílio: RG, CPF e comprovante de residência atual do município de Campos dos Goytacazes (água, luz ou telefone);

• Beneficiário (criança): certidão de nascimento, cartão SUS, cartão de vacina e CPF (se tiver);

• Comprovante de renda de todos os membros da composição familiar (CTPS e Contra Cheque);

• Os usuários que residem em imóvel alugado deverão apresentar cópia do contrato de aluguel ou declaração do proprietário do imóvel, afirmando que o paciente reside neste endereço.

Por: Redação - Foto: Antônio Cruz

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Prefeitura “acaba” com mais de 500 cargos DAS


A Comissão Especial de Gestão Governamental está finalizando os detalhes para o processo de reforma administrativa a ser realizado em todas as repartições da prefeitura, com foco na redução de cargos e despesas. Também ocorrerá uma reforma estrutural, que encontra-se em fase de estudos. A proposta é reduzir em no mínimo 20% o número de cargos comissionados e gratificados, dentro da proposta de implantação de uma administração eficiente com o mínimo possível de custos.

— Hoje temos criados por lei e decretos 1.815 cargos, entre comissionados e funções gratificadas. Atualmente em nossa gestão temos nomeados cerca de 1.150. Em termos comparativos, a administração passada chegou ao final do ano passado com 1.658 pessoas nomeadas, ou seja, estamos com 508 cargos a menos — afirmou o secretário de Governo, Fábio Bastos.

Ainda segundo Fábio, as nomeações que porventura ainda ocorrem, são em decorrência de questões pontuais.

— Com base na reforma que pretendemos fazer, a nossa intenção é cortar de 20% a 30% no número de cargos e na despesa com pessoal comissionado e gratificado. Assim, acreditamos estar muito próximos de atingir nossa meta e finalizar as nomeações. Portanto, as nomeações que estão ocorrendo a partir de agora, são em substituições a outras, não são novos cargos. Em outros casos, são nomeações que ainda não haviam saído por pendência de documentação — concluiu, lembrando que o objetivo é que o projeto seja apresentado à sociedade e vereadores, através de audiência pública.

Prefeitura de Campos dos Goytacazes

Começa nesta quinta (6) o recadastramento para receber o leite especial


A partir desta quinta-feira (6), todos os beneficiários do Programa de Alergia Alimentar estão convocados para comparecer, das 8h30 às 16h30, na Farmácia Municipal de Saúde para realizar o recadastramento no programa.

A secretaria fica localizada na Rua Voluntários da Pátria, nº875, no Centro de Campos. Vale lembrar que os responsáveis que não comparecerem ficarão suspensos do programa. Não há prazo para o encerramento do recadastramento.

De acordo com a chefe do Departamento de Nutrição, Carla Tripári Coelho, o objetivo é fazer o levantamento atualizado dos beneficiários e estabelecer inovações no que diz respeito às especificações das fórmulas para melhor atender às diretrizes do programa.

— É importante salientar que o auxílio ao beneficiário é estabelecido de acordo com as normas que regem o programa (Perfil Socioeconômico – Lei 8.708/16), além do acompanhamento regular nas consultas com a equipe multiprofissional — explica Carla.

Ao comparecer no local para o recadastramento, o beneficiário deverá apresentar cópia dos seguintes documentos:

• Responsável pelo beneficiário e todos os membros que residem no domicílio: RG, CPF e comprovante de residência atual do município de Campos dos Goytacazes (água, luz ou telefone);

• Beneficiário (criança): certidão de nascimento, cartão SUS, cartão de vacina e CPF (se tiver);
• Comprovante de renda de todos os membros da composição familiar (CTPS e Contra Cheque);

• Os usuários que residem em imóvel alugado deverão apresentar cópia do contrato de aluguel ou declaração do proprietário do imóvel, afirmando que o paciente reside neste endereço.

PMCG

A verdade sobre a contratação de medicamentos por emergência em Campos


Quando a nova gestão assumiu encontrou os estoques de remédios zerados nos Hospitais e UBS e diante dessa caos, pensou-se, naquele momento, por uma compra emergencial. 

Porém o controle interno conseguiu levantar, em tempo recode, todos os processos de compras que já haviam ocorrido (compras e registros de preços) realizados anteriormente e constatou a existência de um saldo.

Sendo assim, a administração abortou a ideia inicial do ‘emergencial’ e exigiu de todos os fornecedores a entrega imediata desses saldos, sendo o ‘emergencial’ abortado.

Essa ação governamental fez com que a área de saúde fosse sustentada por um determinado período, no que diz respeito a medicamentos e insumos. Ato contínuo, a administração iniciou a abertura de novo certame licitatório para a compra de mais material visando abastecer de forma plena as unidades de saúde do município.

Contudo, vale ressaltar, que os referidos processos são dotados de uma complexidade enorme. Somente um deles, possui inúmeros itens, tendo a participação de várias empresas interessadas, sem contar as demandas judiciais que retardaram o andamento célere do pregão, fato que gerou o esgotamento do saldo de remédios e insumos.

Diante disso, houve a necessidade de uma compra emergencial de noventa dias para segurar a estrutura até que o pregão acima citado fosse concluído.

Esse procedimento de compra contou com diversas empresas locais e outras que já prestavam serviço a prefeitura. Os preços tomados por base são os já registrados e todos eles em conformidade com que a prefeitura já pratica ou até mesmo abaixo, variando em conformidade com a complexidade.

Esses valores adquiridos emergencialmente serão sustentados até que o pregão seja concluído. Insta salientar que até uma decisão judicial impediu o prosseguimento do certame.

Vele lembrar que o pregão emergencial é excepcional, vai durar até que o certame licitatório seja concluído, mas diante dessa complexidade e dos obstáculos acima apresentados, a atitude tomada pela gestão foi necessária e prudente para que não houvesse um colapso na rede pública de saúde.



quarta-feira, 5 de abril de 2017

Jonas Lopes entrega ex-prefeito do norte fluminense


Tem prefeitos e políticos que não estão dormindo. É que o ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Jonas Lopes e o filho Jonas Neto, delatores do maior escândalo de propina que envolve a Corte, o Palácio Guanabara e a Assembleia Legislativa com empreiteiras, não pararam por aí. Eles também revelaram um megaesquema de pagamento de ‘mesadas’ ou ‘caixinhas’ bancado por prefeituras. 

já apareceram, sem muitos detalhes, nos depoimentos dos colaboradores à Polícia Federal. Em um deles, Lopes ressaltou que, em 2013, foi procurado por um ex-prefeito de uma cidade do Norte Fluminense “reclamando que, apesar de ter feito um ‘acerto’, continuava apanhando muito do tribunal”. É que não se chegou à conclusão se o político havia pago ao conselheiro José Maurício Nolasco ou a José Graciosa. No jogo de empurra, os outros não receberam. No novo cardápio, foco nos aterros sanitários. É o lixo do lixo. Só para lembrar, o escritório de Neto também atendeu muitos municípios.

O Dia.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Vereador Cláudio Andrade reinicia palestras nas comunidades



O vereador Cláudio Andrade está, nesse momento, em uma comunidade carente de Campos dando início, depois de eleito, as visitas domiciliares. No encontro, o vereador lembrou que recebeu 2.217 votos durante a campanha e muitos vindos dos aproximadamente 300 encontros realizados, nas residências, durante o percurso eleitoral. O vereador colocou ainda o gabinete à disposição da comunidade para encaminhar as demandas.

*Postado pela assessoria

*Fotos: Carlos Grevi

#vereadordetodos #vereadordeverdade #lupanacoisapublica
#claudioandradenacamara #mandatodopovo
#mandatoquevocepaga

domingo, 2 de abril de 2017

Dia lindo celebrando a AMA-Campos


O vereador Cláudio Andrade participou neste domingo (2), na Cidade da Criança, junto com o prefeito Rafael Diniz, do evento que marcou o "Dia Mundial da Conscientização do Autismo". Os pequenos puderam assistir ao espetáculo infantil “ Os Saltimbancos” e toda programação que foi especialmente elaborada pela Associação dos Pais e Amigos dos Autistas de Campos (AMA-Campos). A Superintendência de Entretenimento e Lazer e a Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca) apoiaram a ação. A banda do 8º BPM finalizou o evento com uma belíssima apresentação.

sábado, 1 de abril de 2017

Pezão discutiu repasses de propina a conselheiros do TCE-RJ, diz delator


A GloboNews teve acesso à integra da delação premiada do ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado do Rio Jonas Lopes. A delação levou para a cadeia cinco conselheiros do TCE esta semana na operação Quinto do Ouro. A delação de Jonas Lopes leva para o centro das denúncias o governador do estado, Luiz Fernando Pezão.

O ex-presidente do Tribunal de Contas do Rio disse em delação que discutiu o repasse de propina aos conselheiros numa reunião na casa de Luiz Fernando Pezão. Esse encontro teria acontecido em 2013 na zona sul do Rio, quando Jonas era presidente do TCE e Pezão, vice-governador. Segundo o documento, “Pezão acompanhou toda a reunião e dela participou ativamente, inclusive intervindo para acalmar as discussões iniciais e que toda a discussão sobre as vantagens indevidas pagas ao TCE foi feita às claras na presença de Pezão”.

Em 2015, quando Pezão já havia assumido o cargo de governador, Jonas Lopes voltou a se reunir com ele, dessa vez no Palácio Guanabara, sede do governo estadual. Segundo o documento, Jonas Lopes “indagou quem falaria ao governo junto ao TCE”. Pezão respondeu que “seria Affonso Henrique Monnerat Alves da Cruz", secretário de Governo. Ainda segundo a delação, com a expressão “falaria ao governo junto ao TCE”, tanto o colaborador quanto o governador entendiam ser uma referência aos acertos com os integrantes do Tribunal de Contas.

Cinco dos sete conselheiros do TCE foram presos na operação Quinto do Ouro na última quarta-feira: Domingos Inácio Brazão, Marco Antônio de Alencar, José Nolasco, José Gomes Graciosa e Aloysio Neves Guedes, atual presidente do Tribunal de Contas.

A revista Época revelou outros trechos do documento. A delação de Jonas Lopes também afirma que os cinco conselheiros do TCE receberam ao menos R$ 1, 2 milhão em propina. O presidente da Alerj Jorge Picciani, que foi alvo de condução coercitiva na operação, é apontado pelo delator como organizador dos pagamentos de propina. Já o atual secretário de Estado do governo Pezão, Affonso Monnerat, é acusado de ter atuado para favorecer os envolvidos. O delator Jonas Lopes afirma que o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, que está preso em Bangu, também teria participação nesse caso.

Na delação, Jonas Lopes Júnior relatou três esquemas de corrupção que geraram propina para ele e mais outros cinco conselheiros do Tribunal de Contas. Um dos esquemas era o desvio de 15% dos valores liberados pelo Fundo de Modernização do TCE para pagamento de despesas de alimentação de detentos no Rio.

O segundo esquema apontado pelo delator foi o favorecimento a empresas de transporte em casos fiscalizados pelo TCE, o que teria atendido aos interesses da Fetranspor, a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio. Neste caso, o esquema teria rendido a cada um dos conselheiros R$ 60 mil de propina por mês apenas em 2015.

O terceiro esquema foi o recebimento de 1% de propina sobre os valores dos contratos acima de R$ 5 milhões firmados pela Secretaria de Obras do Rio.

De acordo com o delator, a propina sobre o valor das obras começou a ser cobrada durante a presidência do conselheiro José Maurício Nolasco, entre 2007 e 2010, e que continuou durante a presidência de Jonas Lopes.

Quatro dos cinco conselheiros presos estão no complexo prisional de Bangu. Já o atual presidente, Aloysio Neves, está em prisão domiciliar por problemas de saúde. O delator Jonas Lopes e o filho dele, que também fez acordo de delação premiada, estão fora do país com autorização da Justiça.

Em nota, a assessoria de imprensa do governo do Rio disse que o governador Luiz Fernando Pezão desconhece o teor das investigações e não vai comentar afirmações vazadas para a imprensa.

O secretário Affonso Monnerat também disse que desconhece o teor das investigações e que não vai comentar os trechos exibidos na reportagem.

O presidente da Alerj, deputado Jorge Picciani, respondeu que a delação de Jonas Lopes não o cita como recebedor de qualquer tipo de vantagem indevida.

Nossa produção está tentando contato com os outros citados.

Globo News

CCZ realiza mutirão de combate ao Aedes aegypti em Rio Preto


O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) visitou 898 imóveis na localidade de Rio Preto, distrito de Morangaba, nesta sexta-feira (31), durante o mutirão de combate ao mosquito Aedes aegyti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Ao todo, 55 agentes participaram do mutirão, que também contou com carros fumacê. Segundo o diretor do CCZ, Jorgeamado de Almeida, foram recolhidos 31 focos do mosquito, incluindo em nove pneus. A previsão é de que, na próxima sexta-feira (07), o mutirão seja realizado em Ibitioca.

- Visitamos 898 imóveis de um total de 1.283. Normalmente, nestes imóveis encontrados fechados, moram pessoas que, durante a semana, estão trabalhando, mas vamos fazer um levantamento com a equipe que realiza o trabalho permanente em Rio Preto para saber se estes locais já receberam a visita da nossa equipe - informa.

Jorgeamado reforça os cuidados permanentes que devem ser tomados pela população. “É muito importante continuar com os cuidados contra o mosquito Aedes aegypti, como não deixar água parada em garrafas, tampinhas e pneus ou outros inservíveis que acumulem água, que é onde os focos são encontrados. Também é fundamental fazer a lição de casa e reservar 10 minutos contra a dengue, diariamente, como orienta o Ministério da Saúde. Temos que lembrar que o transmissor da febre amarela é o mosquito. O macaco é uma vítima como a gente”, explica o diretor do CCZ.

Ele também alerta a população para que evite áreas de mata neste período. “É bom que, em geral, as pessoas evitem neste período as áreas de mata, onde é comum o turismo ecológico e, na área urbana dessas regiões dessas regiões, principalmente, não se deixe acumular lixo”. A secretaria de Saúde iniciou no dia 04 de março a vacinação contra a febre amarela em Rio Preto.

Bloqueio vacinal - O trabalho faz parte de uma estratégia do município para prevenir a população de doenças contraídas através do mosquito, que inclui ainda a vacinação, iniciada em áreas de mata atlântica e proximidades, seguindo orientações da secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ). A vacinação em Rio Preto teve início no dia 04 de março.

Por: Liliane Barreto - Foto: Rodrigo Silveira

PMCG

Operação Fecha Quartel


O 6° Comando de Policiamento de Área (CPA), desencadeou a Operação Mês Seguro nas áreas de seus batalhões subordinados durante todo o dia desta Sexta Feira (31). Estas Operações tiveram como objetivo garantir a integridade física da população e a prevenção de delitos. Foram realizadas ao longo do dia nos municípios de Campos dos Goytacazes, São Francisco de Itabapoana, São João da Barra área do 8º BPM, Itaperuna, Bom Jesus do Itabapoana, Porciuncula, Cardoso Moreira área do 29º BPM, Macaé e Rio das Ostras área do 32º BPM, Pádua Miracema e Itaocara área que compreende o 36º BPM, operações policiais militares visando a parada de veículos, fiscalização dos condutores e ações preventivas em locais estratégicos em horários específicos de acordo com a mancha criminal de cada localidade.

Como resultado final na área do 8º BPM, foram abordados 155 veículos 43 veículos apreendidos e 24 notificados, na área do 29º BPM 618 veículos foram abordados, 72 veículos foram infracionados e 26 foram apreendidos além de 159 buchas de maconha, 01 tablete grande de maconha, 60 pinos de cocaína e 03 acusados presos. Na área do 32º BPM, foram realizadas 667 abordagens, 47 veículos foram infracionados e 18 apreendidos. Na região do 36º BPM, 271veículos foram abordados, 36 veículos foram notificados e 21 veículos removidos, além de 148 pinos de cocaína apreendidos, 90 reais em espécie e 7 presos e encaminhados a casa de custódia de Itaperuna, e ainda, acusado encaminhado a DP por injúria.

sexta-feira, 31 de março de 2017

Juíza de SP decreta prisão do ex-delegado Protógenes Queiroz


Justiça Federal de São Paulo decretou a prisão do ex-delegado da Polícia Federal e ex-deputado Protógenes Queiroz.

A decisão, da juíza substituta Andréia Moruzzi, da 7ª vara federal criminal da capital paulista, ocorreu porque Protógenes não compareceu a uma audiência dia 6 de março, em que seria estabelecida a forma como ele cumpriria a condenação pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2014 na Operação Satiagraha, por vazamento de informações e violação do sigilo funcional.

Na época da condenação, ele era deputado federal pelo PCdoB de São Paulo. Protógenes comandou em 2008, na PF, a Operação Satiagraha, que investigou crimes financeiros e prendeu o banqueiro Daniel Dantas e o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta, já falecido.

Segundo o advogado do ex-delegado, Adib Abdouni, Protógenes recebeu asilo político do governo suíço em 2016 e vive em Genebra. Por este motivo, conforme o defensor, ele não compareceu à audiência.

Em Genebra, o delegado tem direito a uma casa e uma ajuda de custo por ser asilado e o passaporte dele está retido junto ao governo suíço. Ele ministra palestras e faz trabalhos sociais.

G1

quarta-feira, 29 de março de 2017

Força-Tarefa manda prender cinco dos sete conselheiros do TCE-RJ e mira Jorge Picciani


O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) é alvo de nova etapa da Operação Lava-Jato no Rio. A delação premiada do ex-presidente do órgão Jonas Lopes de Carvalho Filho levou à ação contra cinco conselheiros em pelo menos dois esquemas de arrecadação de propina para fazer vista grossa para irregularidades praticadas por empreiteiras e empresas de ônibus que operam no estado. 

São alvos de prisão preventiva os conselheiros Aloysio Neves (atual presidente); Domingos Brazão, José Gomes Graciosa, Marco Antônio Alencar e José Maurício Nolasco. 

Já o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), é alvo de condução coercitiva. A força-tarefa batizou a operação de "O Quinto do Ouro".


terça-feira, 28 de março de 2017

Secretário de Rafael revela os bastidores sombrios do governo Rosinha







No dia da cidade, 'ex tudo' perde mais uma para Rafael Diniz e Cláudio Andrade



Na ânsia de tentar mais uma vez judicializar o que o povo, através do voto direto escolheu, o 'ex tudo', marido da ex-governadora Rosinha levou mais uma lambada da Justiça.

Desesperado com a eleição de Rafael Diniz (Eleito em primeiro turno) e de Cláudio Andrade (2.217 votos e escolhido para a CCJ) o condenado ao exílio, por decisão do Ministro Luiz Fux, mal assessorado, tentou reabrir uma noticia crime já devidamente arquivada pelo Ministério Público. Motivo: NÃO possui legitimidade.

Dando sequência aos erros do ex tudo, o magistrado Eron Simas dá uma aula aos asseclas do exilado informando que o foro adquirido por prerrogativa de função por um dos investigados eleito para o cargo de prefeito não impõe o deslocamento da competência para o TRE, uma vez que já há a decisão ordenando o arquivamento da noticia crime antes da assunção do cargo.

Dentro desse contexto, o magistrado Eron Simas NEGOU o seguimento do RECURSO ELEITORAL E REQUEREU O ARQUIVAMENTO.

Desde que soube da vitória de Rafael Diniz em todas as sete zonas eleitorais e de Cláudio Andrade, processado e absolvido em duas ações propostas pela coligação de Rosinha, o ex tudo tenta, via notícias fake, agitar seus poucos seguidores que ainda o reconhecem como algo a ser notado no mundo político.

Quando recebi a noticia de mais uma ‘varada’ desconexa do ex tudo estava na reinauguração do Teatro de Bolso, que se diga de passagem foi abandonado pelo ex tudo e só estava sendo reaberto ontem, pelo esforço do atual governo.

As picuinhas do exilado precisam ser ignoradas. Afinal, é choro de perdedor que descobriu que o município de Campos está em nova fase e que temos a chance de melhorar a qualidade de vida do seu povo, desde que as crateras administrativas possam ser fechadas.

Cláudio Andrade.