segunda-feira, 26 de junho de 2017

Claudio Andrade presta conta dos 6 meses de mandato e aprovação de 84.24%


O vereador Cláudio Andrade completou seis meses de mandato e, obedecendo ao princípio obrigatório da transparência, apresenta à sociedade campista sua produção laboral semestral. Ao todo, até este mês de junho, foram encaminhados 230 ofícios; 592 atendimentos à população; visitas a bairros como Rio Branco, Chatuba, Novo Jóquei, Estância da Penha, Parque Bela Vista, Calabouço e Parque Tamandaré. Foram realizados ainda gabinetes itinerantes nos bairros de Travessão, Santuário e Ururaí. 

Além da realização do Projeto Gabinete em Ação no Asilo do Carmo e Clínica Vida Amor. Durante esse período o vereador conseguiu também aprovar a Lei 8.750 que garante ao consumidor o direito de visitar cozinhas e similares no Município de Campos dos Goytacazes.

De acordo com a última pesquisa do Instituto Pappel Cláudio Andrade possui 84.24% de aprovação popular.

CPI das Rosas começa a definir quem será chamado a depor


Na manhã de hoje a CPI das Rosas realizou a sua primeira reunião. Compareceram os vereadores Fred Machado (Presidente), Cláudio Andrade (relator) e os edis membros Neném e Marcelo Perfil. O integrante da CPI, vereador Silvinho Martins estava realizando a primeira diligência a pedido do presidente.

Na reunião foram feitas as primeiras analises dos documentos e a delimitação dos pontos e a organização nominal das primeiras pessoas que serão intimadas a depor.

As análises estão sendo feitas, inicialmente para se identificar quais empresas solicitaram os editais, quais efetivamente participaram do certame e os motivos de outras tantas não terem disputado.

Além disso, às empresas que solicitaram impugnações administrativas e judiciais também serão nominadas.

Ficou deliberado que alguns profissionais técnicos de notável saber serão convocados, para análise técnica nas áreas contábeis, paisagística e engenharia agrícola.

Encontram-se também em estudo apurado, os termos aditivos com reflexo financeiro, para que se possa observar se as prorrogações foram necessárias.

Também foi deliberado que há necessidade de identificar os gestores dos contratos e quais secretarias eles estavam vinculados.

Os pedidos de reequilíbrio financeiro requeridos pela EMEC também serão analisados, diante da crise que assolava o município a época do requerimento.

Os trabalhos da CPI irão continuar mesmo no recesso parlamentar.

domingo, 25 de junho de 2017

Os abutres da fraqueza alheia


Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE) foi a glória para uma plateia ridícula, covarde, preconceituosa e por que não, DOENTE?

O primeiro ponto é que o anônimo que é alcoolista esbarra na reprovação familiar e no afastamento dos amigos. Custa a explicar que se encontra doente, acabado e necessitando de ajuda espiritual e de quem realmente o ama.

No caso da pessoa pública a coisa é mais ardilosa. Ela não pode cair, tropeçar, beijar na boca, acariciar, xingar, nem mesmo dar um soco na cara de quem, às vezes, precisa.

Sabem por que? Porque há sempre um abutre na espreita, o mesmo que usa a rede social para defender a postura íntegra do político ou do artista.

O abutre chega ao ponto de se esconder atrás de Deus para sacanear, sem pena, o viciado deitado no chão ou o idoso mendigo.

Esses abutres gostam de saciarem-se pela desgraça alheia. Comem da vergonha do irmão em Cristo, se satisfazem do vício que muitos lutam, segundo a segundo para vencer.
Esses abrutes são vermes, ladrões de espírito, falsos moralistas e que envergonham Deus e a sua palavra.

As cenas de Fábio, jogado, são dignas de pena e revela o problema que assola milhares de famílias brasileiras. Nesse momento, povo covarde, um pai, mãe ou filho, esta desaparecido, pois saiu para beber e não voltou desde ontem.

Abrutes, há milhares de mães chorando nesse momento, pois seus filhos estão internados.
Essa ala doentia e voyerista que goza com a queda alheia é formada de âmagos deformados que, na espreita do homem doente, espera o vacilar da enfermidade para destruir a pouca estima ainda existente naquele que, jogado ao chão, luta para levantar e encontrar no meio dos sujos sóbrios, uma mão amiga.

Você, abutre, que filma a doença alheia é DOENTE, em estado terminal. Quando publica o vídeo e o faz viralizar nas redes apresenta a todos a sua péssima índole. A sua mente vazia, seu saco de ossos.

Saiba, abutre, que se você ainda não experimentou o deserto, ainda haverá de ser testado e nessa travessia, não haverá tempo para likes, curtidas ou vídeos covardes. Vai orar para que todos estejam ao seu lado, inclusive quando você estiver no chão.

Que todos os dependentes químicos de nosso país sejam abençoados e curados por Deus e orem por esse abrutes, eles sim ALMAS que vagam com celulares atrás da fragilidade alheia.

Cláudio Andrade

CPIs da Câmara de Campos podem tornar Rosinha inelegível?


As Comissões Parlamentares de Inquérito da Câmara de Campos já iniciam seus trabalhos nesta semana. A CPI que eu figuro como relator já solicitou a cópia de todos os contratos celebrados por Rosinha, na qualidade de prefeita, com a empresa EMEC.

Uma questão que ainda não foi lembrada e sequer debatida é a possibilidade do resultado das CPIs influenciar na prestação de contas de Rosinha, referente a 2016 que ainda não foi analisada pela Comissão de Finanças da Câmara.

Não restam dúvidas que, em princípio, não há relação entre as duas coisas. O relatório de uma CPI e o de uma Comissão de Finanças não se misturam. Trata-se de objetos, a princípio, antagônicos.

Todavia, dentro desse contexto surge uma indagação: caso haja um relatório da CPI da Rosas ou da Odebrecht identificando irregularidades esse material poderá ser objeto impeditivo para aprovação das contas de Rosinha?

Certo dizer que as contas analisadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) são referentes a exercícios financeiros e não de contratos em si. Contudo, há duas CPIs em andamento que, tendo relatórios identificadores de improbidades, terão que ser colocados, por questão de respeito ao cidadão campista, no contexto da análise das contas, pois se trata de contratos pactuados ou prorrogados durante anos, pela ex-governadora.

Não podemos deixar de frisar que o STF (Supremo Tribunal Federal) já decidiu que a competência para julgar contas de prefeito é da Câmara de Vereadores, conforme julgamento dos Recursos Extraordinários (RE) 848826 e 729744.

O Plenário decidiu, no RE 848826, que é exclusivamente da Câmara Municipal a competência para julgar as contas de governo e as contas de gestão dos prefeitos, cabendo ao Tribunal de Contas auxiliar o Poder Legislativo Municipal, emitindo parecer prévio e opinativo, que somente poderá ser derrubado por decisão de 2/3 dos vereadores.

Dentro desse contexto é fácil identificar os motivos pelos quais o casal de ex-governadores tenta, a todo custo, desviar o foco das CPIs. Sabem eles, com a larga experiência política que possuem, que a junção de um relatório de CPI identificando irregularidades e um parecer contrário à aprovação de contas é como se estivesse sendo construída uma larga sepultura onde inúmeros projetos políticos serão enterrados.

Dentro desse contexto, volto a lembrar que as CPIs que hoje tramitam pela Casa de Leis precisam ser tratadas com muita responsabilidade pelos seus integrantes. Elas podem decidir o futuro de agentes públicos, sepultar sonhos e alterar de forma drástica as eleições de 2018.

A hora é de deixar os debates pífios de lado e ressaltar a célebre frase de Rui Barbosa quando ele disse, de forma magistral, que não devemos deixar enganar pelos cabelos brancos, pois os canalhas também envelhecem.

Que Deus nos guie!

Cláudio Andrade.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Presidente Marcão vai processar blogueiro

O presidente da Câmara de Vereadores Marcão Gomes vai processar o blogueiro Maycon Moraes. Influenciado pelo ex-governador Anthony Garotinho, Maycon publicou maldosamente em seu espaço um texto sobre a Homologação e Adjudicação do contrato referente ao serviço de fotografia prestado para a Câmara. Cabe ressaltar que o certame foi realizado para contratar empresa para realizar o serviço de fotografia em 75 eventos. Ou seja, a empresa deve pagar aos profissionais, entregar um CD com 100 imagens (no mínimo) em alta definição e entregar um álbum com 20 fotos reveladas no tamanho 20cm x 25cm em papel fosco, por evento, isto é, 75 vezes, recebendo mil reais por evento, somando 75 mil. Sendo o trabalho feito por profissionais com todos os encargos inclusos neste valor.



Fonte: Marcão Gomes
Presidente da Câmara de Campos

Indícios de pagamento a fakes em Campos


Na qualidade de advogado fui informado em meu escritório que uma empresa do Rio de Janeiro estaria financiando um grupo de pessoas com perfis fakes no facebbok para atacar a gestão do Prefeito Rafael Diniz.

O fato de o governo estar sendo contestado é natural e deve sim ser cobrado ao máximo pelas suas obrigações perante ao povo.

Porém, os credores devem ser identificados. Precisam ter endereço, nome e a identificação dos seus IDs.

O Caso a mim apresentado e que será apurado é grave, principalmente por ter sido, conforme a denúncia, uma empresa que já prestou serviços há várias prefeituras do norte do estado.

'CPI das Rosas': primeiro requerimento será enviado hoje ao CESEC



O presidente da ‘CPI das Rosas’, vereador e líder do governo na Casa de Leis, Fred Machado assinou ontem, o requerimento feito pelo relator da CPI, o vereador e presidente da CCJ Cláudio Andrade requerendo ao Poder Executivo as cópias dos contratos celebrados pela ex-prefeita Rosinha com a EMEC.

Trata-se do primeiro passo para que a comissão, que ainda possui como membros os vereadores Marcelo Perfil, Neném e Silvinho possam iniciar os trabalhos de análise em busca da verdade real.

Da série "Mentiras da viúva rosa": O ambulatório do HGG


Ao contrário do que vem sendo noticiado por algumas 'viúvas rosas' o ambulatório do HGG (Hospital Geral de Guarus) continua funcionando normalmente, em que pese às dificuldades que já sabemos existir.

O HGG mesmo diante da sobrecarga de serviços e do atendimento no limite que muitos profissionais que lá trabalham não terá nenhuma de suas atividades suspensas até segunda ordem.

O fato da informação não ser verdadeira não exime a administração de continuar lutando para que possamos dar um atendimento de qualidade aos munícipes, reduzirmos o numero de mortes e fazer com que a população perca o medo de ser atendido em um hospital público.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Lanche na Câmara: competência da mesa executiva


Circula pelas redes sociais um extrato de contrato que foi publicado no Diário Oficial onde consta a aquisição de serviços de alimentação pela Câmara de Campos.

Na qualidade de vereador quero deixar claro que essas contratações de serviços, são de competência privativa da mesa executiva.

Em consulta feita por mim ao atual presidente da Casa Marcão Gomes o mesmo informou que manteve a praxe que já existe há décadas, só que nesse caso específico, com custo inferior ao contratado na legislatura passada.

Disse ainda que a economia feita nessa nova contratação será devidamente comprovada através do levantamento já solicitado por ele junto a contabilidade da casa de leis, onde serão obtidos os valores pactuados nas legislaturas pretéritas.

Sendo assim, a mesa executiva, por seus integrantes são os competentes para responderem pela referida publicação.

Cláudio Andrade.

terça-feira, 20 de junho de 2017

Vereador informa ameaças sofridas a órgãos de Segurança

O vereador Cláudio Andrade enviou na tarde de hoje ofícios para o comandante do Batalhão de Polícia Militar de Campos, Ten. Cel Fabiano Souza e para o delegado titular da 134 Delegacia Legal, Geraldo Rangel, informando ameaças recebidas através de celular. Há cerca de duas semanas Cláudio Andrade recebeu ligações, de um número restrito, com claras ameaças ao seu trabalho de relator na CPI das Rosas












Cláudio Andrade escolhido por unanimidade para relatoria da 'CPI das Rosas'

Foto Click Notícias

ATO EXECUTIVO Nº 0013/2017

O Presidente da Câmara Municipal do Município de Campos dos Goytacazes, no uso de suas atribuições regimentais, com fulcro no § 3º do Art. 58 da CF, c/c a Lei nº 1.579/52, Art. 31 da Lei Orgânica Municipal e nos termos do que prevê o Regimento Interno desta Casa de Leis, declara instalada, nesta data, a COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO, cuja criação decorre do deferimento do Processo nº 0818/2017/SEC/CMCG, destinada a apurar por 180 (cento e oitenta) dias, prorrogáveis, possíveis irregularidades envolvendo a contratação da Empresa EMEC e a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes.

1 - CARLOS FREDERICO MACHADO DOS SANTOS - Presidente
2 - CLÁUDIO NOGUEIRA ANDRADE FILHO - Relator
3 - SILVIO ROBERTO DE OLIVEIRA MARTINS - Membro
4 - MARCELO BARBOSA COUTINHO - Membro
5 - LUIZ ALBERTO OLIVEIRA DE MENEZES - Membro

Campos dos Goytacazes, 19 de junho de 2017, 340º da Vila de São Salvador dos Campos, 182º da Cidade de Campos dos Goytacazes e 365º da criação da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes.

MARCUS WELBER GOMES DA SILVA
- Presidente -

Decreto de Cláudio Andrade concede mérito ao 'Vida e Amor'



DECRETO LEGISLATIVO NÚMERO 1001 DE 19 DE JUNHO DE 2017.

Concede a Ordem do Mérito Benta Pereira a Associação Vida e Amor.

A MESA DIRETORA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, ESTADO DO RIO DE JANEIRO, NOS TERMOS DO INCISO I DO ART. 14 DO REGIMENTO INTERNO, FAZ SABER QUE FOI APROVADO E POR ESTE ATO PROMULGAMOS O SEGUINTE DECRETO LEGISLATIVO DE AUTORIA DO VEREADOR CLÁUDIO NOGUEIRA ANDRADE FILHO.

Art. 1º - Concede a Ordem do Mérito Benta Pereira a Associação Vida e Amor.

Art. 2º - Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação.

Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, 19 de junho de 2017, 340º da Vila de São Salvador dos Campos, 182º da Cidade de Campos dos Goytacazes e 365º da criação da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes.

MARCUS WELBER GOMES DA SILVA
- Presidente -
JOSÉ CARLOS GONÇALVES MONTEIRO
- 1º Vice-Presidente -
JORGE WILLIAM MANHÃES VIRGÍLIO
- 2º Vice-Presidente -
ABDU NEME JORGE MAKHLUF NETO
- 1º Secretário -
ENOCK AMARAL OLIVEIRA
- 2º Secretário -

Rafael faz troca de 'Almeidas' na presidência da EMHAB

Portaria N°1767/2017 

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE, tornar sem efeito a Portaria nº 041/2017, que nomeou, Fábio de Azevedo Almeida, para exercer na Empresa Municipal de Habitação - EMHAB, o cargo em comissão de Presidente, Símbolo DAS 2, com vigência a contar da data de publicação. 

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, 19 de junho de 2017. 
Rafael Diniz - Prefeito

Portaria N°1768/2017


O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, no uso de suas atribuições legais,
RESOLVE, nomear, com base nas Leis nº 8.344/13, 8.622/2015 e Decreto 80/2015, José Amaro de Azevedo Almeida, para exercer na Empresa Municipal de Habitação - EMHAB, o cargo em comissão de Presidente, Símbolo DAS 2, com vigência a contar da data de publicação.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, 19 de junho de 2017.
Rafael Diniz
- PrefeitoId:
2038882

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Primeira reunião da CPI das Rosas acontece na Câmara de Vereadores




Outro encontro deve acontecer na próxima segunda (26), quando a prefeitura de Campos será oficiada


Na manhã desta segunda-feira (19), aconteceu a primeira reunião da CPI das Rosas, na Câmara dos Vereadores. O objetivo foi formalizar a relatoria da Comissão Parlamentar de Inquérito que tem como relator o vereador Cláudio Andrade (PSDC), que também atua como presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e é líder da bancada do PSDC na Câmara.

Uma nova reunião foi marcada para a próxima segunda-feira (26), às 10h, e o primeiro passo da Comissão será oficiar a Prefeitura de Campos e requerer todos os contratos firmados com a EMEC, empresa de paisagismo contratada no governo Rosinha, compreendidos entre os anos de 2009 a 2016. “A CPI das Rosas será técnica e a minha relatoria um primor de legalidade”, afirmou o Cláudio Andrade.

CPI DAS ROSAS

A CPI é presidida pelo líder do governo na Câmara, Fred Machado (PPS) e tem Cláudio Andrade (PSDC) como relator, além de Marcelo Perfil (PHS), Silvinho Martins (PRP) e Neném (PTB). A Comissão investiga o contrato firmado durante a gestão da ex-prefeita Rosinha Garotinho (PR) com a empresa Emec, que foi responsável pela manutenção de praças e jardins no último governo. Ao todo, foram mais de R$ 76 milhões repassados à empresa de 2011 a 2016, apesar de a então prefeita ter alegado período de crise.

Na justificativa para a abertura da CPI, Fred Machado, disse que era necessário apurar irregularidades envolvendo a contratação da empresa Emec mediante combinação de resultados, bem como superfaturamento por fraude à lei de licitações públicas. Ele pediu ao presidente da Câmara, Marcão, que nomeasse os cinco membros da CPI, que terá 180 dias para apurar as denúncias, com possibilidade de prorrogação do prazo.

Entre as suspeitas de irregularidades, Fred destacou: erro de cálculos idênticos em todas as propostas que participaram do pregão em que a Emec venceu; existência de declaração de inidoneidade da firma constatada pelo Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCE-ES), impossibilitando a empresa de fechar contrato com o poder público; aumento de valor contratado com preços que não correspondem aos valores exigidos e fixados pelo TCE-RJ, além de erros de português igualmente cometidos por todas empresas que participaram do pregão.

Outro argumento usado por Fred Machado para defender a criação da CPI foi a prisão temporária do proprietário da Emec, Fábio Saad Junger, em abril de 2012, em Presidente Kennedy, no Espírito Santo, durante a Operação Lee Osvald, realizada pela Polícia Federal. Na mesma operação, o prefeito da cidade, Reginaldo dos Santos Quinta, foi preso sob a acusação de fraudes em licitações.

Fonte: Terceira Via

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Publicação no DO confirma Cláudio Andrade na 'CPI das Rosas'



ATO EXECUTIVO Nº 0011/2017 

O Presidente da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes/RJ, no uso de suas atribuições regimentais, em conformidade com o § 3º do Art. 58 da CRB; Parágrafo único do Art. 1º da Lei nº 1.579/52, o Art. 31 da Lei Orgânica Municipal e Resolução nº 8.683, e ainda, em atendimento ao Processo nº 0818/2017/SEC/CMCG, resolve instituir Comissão Parlamentar de Inquérito, destinada a apurar por 180 (cento e oitenta) dias, prorrogáveis, possíveis irregularidades envolvendo a contratação da Empresa EMEC e a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes.

Para integrar a Comissão ora instituída, nomeia os seguintes Vereadores: Carlos Frederico Machado dos Santos; Cláudio Nogueira Andrade Filho; Marcelo Barbosa Coutinho, Luiz Alberto Oliveira de Menezes e Silvio Roberto de Oliveira Martins. 

Ficam os Senhores Vereadores acima nomeados, convocados para instalação da Comissão ora instituída, a se realizar no dia 19/06/2017 (segunda-feira), às 10 horas, na Sala da Presidência, quando será eleito o Relator, sendo a Presidência exercida pelo Vereador Carlos Frederico Machado dos Santos, primeiro signatário do Requerimento, conforme Parágrafo único do Art. 119, do Regimento Interno da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes.

Campos dos Goytacazes, 13 de junho de 2017, 340º da Vila de São Salvador dos Campos, 182º da Cidade de Campos dos Goytacazes e 365º da criação da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes.

MARCUS WELBER GOMES DA SILVA
- Presidente -

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Secretaria de Saúde faz entrega de leites especiais a beneficiários


A Secretaria de Saúde de Campos está entregando leites especiais, como Neocate e Pregomin, Aptamil, Ensure e outros, para os beneficiários do Programa de Alergia Alimentar e do Programa de Assistência Domiciliar (PAD). Mais de 1,3 mil latas já foram distribuídas para mais de 200 cadastrados. A entrega do material é feita na sede da secretaria, na Rua Voluntários da Pátria, 875, das 8h às 17h. Na ocasião da retirada, devem ser apresentados o cartão de acompanhamento do programa e identidade da pessoa que está cadastrada como responsável.

Entre os dias 6 de abril e 19 de maio, o Programa de Alergia Alimentar da Secretaria Municipal de Saúde de Campos realizou um recadastramento dos beneficiários. Do total de 422 inscritos no programa, 243 passaram pelo processo e quatro optaram por sair voluntariamente do programa.

Segundo a chefe do Departamento de Nutrição da secretaria de Saúde, Carla Trípari Coelho, uma sala foi montada para a distribuição que é feita com auxílio do Departamento de Assistência Farmacêutica (DAF).

— O local de distribuição da fórmula especial foi modificado, com uma sala de espera exclusiva, a fim de atender melhor as pessoas. Começamos a distribuir o leite há uns 15 dias, porém de forma mais amena porque não havíamos recebido um quantitativo de latas suficiente. Mas, agora, estamos com o estoque mais abastecido — explicou.

Neste primeiro momento, as latas estão sendo distribuídas para um período de 15 dias. O Departamento de Nutrição solicita que as latas vazias sejam entregues na hora em que os responsáveis pegarem novos produtos. As mesmas serão oferecidas para trabalhos sociais voltados para sustentabilidade.

Por: Redação - Foto: Valmir Oliveira - 12/06/2017 15:02:44

Rosinha fez movimentação de R$ 1,3 bilhão sem autorização de APR



"O Instituto da Previdência dos Servidores do Município de Campos dos Goytacazes (Previcampos) Previcampos sofreu perda na carteira de investimentos em R$ 383.432.979, 49 e também da classificação como investidor qualificado, no ano passado. Constatamos pelo menos 20 irregularidades. 

O levantamento mostra ainda que a dívida da Prefeitura de Campos com o Previcampos é de é de R$ 181.653.455,34. Outra constatação é com relação à movimentação do recurso na ordem de R$ 1,3 bilhão, feita sem Autorização de Aplicação e Resgate (APR). 

Os documentos somente foram emitidos após as transações, e ainda sem informações obrigatórias e essenciais. Outros R$ 103.269.707,73 milhões foram transferidos para o Tesouro Municipal, sem justificativa e sem registros em documentos. Essas são algumas das irregularidades que comprovam a falta de responsabilidade com o dinheiro público".

Felipe Quintanilha


domingo, 11 de junho de 2017

Relatoria da CPI das Rosas faz Garotinho atacar vida privada de Cláudio Andrade.


Alguns amigos meus que ainda trabalham para o ex-tudo Garotinho (por necessidade) me confidenciaram que a minha escolha para ser relator da CPI das Rosas o levou ao desespero.
O homem-réu não esperava que o vereador, em apenas seis meses de mandato, pudesse assumir a CCJ, ter quase 85% de popularidade (inclusive nas pesquisas encomendadas trimestralmente por ele mesmo) e emplacasse a relatoria de uma CPI de tamanha envergadura.

Dentro desse contexto, enfurecido por não ter nada que desabone a conduta moral e ética de Cláudio Andrade, o ex-tudo, fez o que sempre foi a sua marca, a invasão de privacidade, indo buscar na intimidade dos seus desafetos e familiares, algo que possa ferir seu oponente.

Dessa vez, ele, sem poder vir a Campos, pois a Justiça não deixa, e sabedor que na sua casa o clima não é de namoro, até porque até a sua esposa, até ela, já teve o prazo de tolerância com o ‘bolinha estend’ vencido, foi dormir tarde fuçando as redes sociais para ver o que os vereadores estavam fazendo pelas noites da cidade.

Com um voyeur em busca de prazer, o ‘atacado da ambulância’ descobriu que eu comemorei o dia dos namorados antecipadamente e comi no cardápio, um prato que ele adora: comida árabe.

Ato contínuo e sem um objeto específico para denegrir o vereador, o ‘Sargento Garcia’ da Lapa, tentou, já fez isso antes, quando eu fui à terra do Mickey, fazer um link pavoroso e desrespeitoso com os menos favorecidos de nossa cidade.
Nas suas linhas ficou nítido que o escritor, aquele que disse que o carro virou a sua vida, estava sem o seu ansiolítico, bem como sem seu rivotril de 5 MG.

A sua reação destemperada ao saber do maravilhoso jantar é por que ele se lembrou das maravilhosas festas que freqüentava e não podia postar as fotos: Sabem por quê? Sempre foi mentiroso ao dizer que era pobre e que comia e sentia bem ao lado do povo, ou seja, aquele clichê nojento que nem o detentor do cheque cidadão acredita.

O homem-réu precisa entender que bater em mim é parada indigesta, pois o ‘exilado’ sabe que um adversário sem mácula, sem processo judicial, limpo e ético o enfraquece. O ‘louquinho da Tupi’ só gosta de bater naqueles que ele pode controlar com o medo e a chantagem.

De qualquer forma, há sempre algo positivo nos acontecimentos, até quando é o ex-tudo que vomita. O Senhor Anthony Garotinho é voyeur e isso pode abrir uma série de especulações nas redes sociais.
Por que será que Garotinho vigia a vida privada dos vereadores? Hum, será que ele tem algum desejo sobrenatural em suas entranhas ainda não descoberto pela mídia? Será que ele, durante as suas poucas horas de sono, sonha com alguns deles de terno, visitando-o em algum lugar especial?

Por fim, quero agradecer ao Garotinho, que diante de sua ociosidade cinqüentenária (nunca trabalhou) conseguiu na sua coluna social ressuscitar “Dorinha”, o seu alter ego, nos idos dos anos 90 que tanto mal fazia as pessoas de bem de nossa cidade.

Beijos, Garoto lindo.
Cuida-se.

Cláudio Andrade

sábado, 10 de junho de 2017

Cláudio Andrade vai pedir revisão dos contratos de atendimento do HFM



O HFM é um hospital de referência e atende não só os residentes em Campos como também aos pacientes de mais 16 municípios de nossa região. As cotas acordadas entre a Prefeitura de nossa cidade e esses entes federativos estão atrapalhando em demasia o bom atendimento de nossos contribuintes.

Existe município que por não ter qualquer estrutura hospitalar, manda para serem tratados em Campos quase 100% por cento dos seus enfermos e isso é um absurdo e precisa ser revisto pelo governo municipal.

A questão não é negar atendimento, pois isso inclusive pode ser considerado crime. Contudo, algumas adequações precisam ser feitas para que o problema da falta de leitos, por exemplo, possa ser reduzido.

Tentarei levar o assunto para a próxima sessão da Câmara dos Vereadores.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Cláudio Andrade mostra os problemas da Beira-Valão



Na tarde de hoje, Cláudio Andrade esteve na Beira-Valão onde mostrou os problemas do Canal Campos-Macaé. Mau-cheiro, esgoto a céu aberto, buracos nas calçadas e até moradores de rua morando no entorno do valão, são as principais dificuldades de quem reside no local. A reportagem completa você vai ver no Programa Cláudio Andrade, na Terceira Via TV.



quarta-feira, 7 de junho de 2017

Cláudio Andrade é indicado para ser o relator da CPI das Rosas



O vereador Cláudio Andrade foi indicado para ser o relator da CPI das Rosas, que irá investigar o contrato da Prefeitura de Campos na gestão de Rosinha Garotinho. O contrato foi feito junto à Empresa EMEC. As descobertas feitas dentro das auditorias apresentadas à Câmara e em poder dos vereadores foram decisivas para que as mensagens do Executivo fossem referendadas após interno debate.

Para Cláudio Andrade ficou claro que os cortes desgastantes, mas inevitáveis, estão intimamente ligados aos relatórios que também se encontram no TCE e que também serão objetos de outras CPIs.

"Cláudio entendeu que não haveria possibilidade de cortes, sem que a população pudesse ter uma CPI que a fizesse entender os motivos pelos quais as medidas estavam sendo tomadas", explicou o vereador.


*Postado pela assessoria!

*Foto: Carlos Grevi



segunda-feira, 5 de junho de 2017

Cláudio Andrade explica alteração dos projetos sociais do "Cheque Cidadão" e da "Passagem social" nas comunidades




Nesta segunda-feira, (05), em algumas comunidades, para explicar aos que dependem dos programas sociais do município, as alterações que serão discutidas na Câmara de Vereadores nos próximos dias.

"Como vereador não poderia deixar de ouvir aqueles que realmente se valem dos programas sociais",afirmou o vereador.

O parlamentar irá ainda esta semana apresentar o seu posicionamento aos eleitores e munícipes a respeito dos projetos.

*Postado pela assessoria!
Fotos: Carlos Grevi

Cláudio Andrade entrevista Fábio Paes, diretor-geral do Sistema Terceira Via

No programa “A Polêmica” desta semana, o diretor-geral do sistema Terceira Via, Fábio Paes, foi o entrevistado do apresentador Cláudio Andrade. Religião, ações sociais e ética no jornalismo foram alguns dos assuntos do programa. O resultado foi um bate-papo cheio de boas informações.

O programa “A Polêmica”, vai ao ar, nesta segunda-feira, às 22h30, na Terceira Via TV, canal 25 e 407 da Blue; Vertv canal 25 e Net Canal 2.







domingo, 4 de junho de 2017

O futuro dos programas sociais no governo Rafael Diniz



Na qualidade de presidente da Comissão Constitucional de Justiça e Redação Final da Câmara de Vereadores de Campos, recebi o processo 1566/2017 que pede a alteração na Lei 7.956 de 14 de novembro de 2007 que cria o Programa Municipal de Transferência de Renda e o Processo 1567/2017 que visa alteração da Lei 8.577 de 26 de novembro de 2014 que dispõe sobre o Programa Campos Cidadão, o Conselho Municipal de Transporte e o Fundo Municipal de Transporte.

Não restam dúvidas de que se trata de dois processos de grande reflexo social e que vem gerando uma enorme repercussão negativa junto à parcela considerável da população campista.

Como vereador não posso me esquivar do debate, mesmo fazendo parte da bancada que apóia o Prefeito Rafael Diniz, pois ser um legislador alinhado não é sinônimo de um edil de cabresto e que não discute ou debate as mensagens enviadas pelo Executivo ao Legislativo.

A situação é crítica e a intenção governamental visa diminuir os gastos que estão sendo aplicados nesses programas sociais que já foram incorporados à economia do campista, principalmente daqueles que possuem uma renda baixa.

Dentro desse contexto surge o ponto nodal de toda a discussão: por que essas pessoas inseridas nos dois programas continuam neles até hoje? Quais foram as ações governamentais posteriores realizadas que retiraram esses cidadãos desse estado ‘comatoso’ e os colocaram em situação de vulnerabilidade menor?

Ora! Iremos discutir as alterações no Programa Municipal de Transferência de Renda de 2007- em atividade há dez anos- e do Programa Campos Cidadão de 2014- em atividade há três anos- sem sequer avaliarmos o que eles trouxeram de qualificação, crescimento econômico e dignidade aos contemplados?

Alguns estão ‘escrevendo com o fígado’ e focando apenas na péssima repercussão social das medidas governamentais que serão debatidas na Casa de Leis, mas são incapazes de se levantarem para proporem uma retrospectiva e pinçarmos o sucesso ou a trágica trajetória dos referidos programas.

Confesso que os vereadores dessa nova legislatura estarão diante de seu maior desafio até o presente momento. Terão que aprovar ou negar reclames do Executivo que mexem com o bolso do eleitor e dos empregadores.

Deixando de lado as narrativas amargas e desencontradas de ex-detentores do poder em nossa cidade, precisamos enfrentar o tema de frente e isso não passa por uma aprovação simplória pelo simples fato de eu ser um vereador alinhado com o governo.

A chancela ou a reprovação precisa vir respaldada dos motivos pelos quais iremos votar, a favor ou contra, as medidas governamentais submetidas ao nosso crivo.

Há muita responsabilidade em jogo e essa preocupação deve nortear a todos. Afinal, o que for decidido no antigo Forum Nilo Peçanha vai agradar uns e contrariar outros e, nesse momento, sinto mais descontentamento do que aprovação nos meios sociais.

A semana será de intenso debate e a CCJ deverá se reunir na próxima quarta-feira para iniciar as deliberações acerca desses dois processos e, na qualidade de presidente da comissão, pretendo estudar as mensagens de acordo com a lei, com os impactos que elas poderão causar e também com profundo respeito ao cidadão campista, notadamente, os usuários de ambos os programas sociais.

Cláudio Andrade

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Auditorias do executivo constatam quebradeira em Campos


Hoje recebemos na Câmara de Campos o secretário municipal de Transparência e Controle, Felipe Quintanilha, que nos entregou os relatórios das sete auditorias internas realizadas em contas específicas da administração pública de nosso município.

Segundo o secretário a Prefeitura tem um rombo surreal e que há irregularidades em todos os setores que passaram pelo crivo das auditorias.

Vale dizer que dentre todas as irregularidades mencionadas, as mais graves ocorreram na no PreviCampos, Morar Feliz e Cheque Cidadão.

Ainda há graves problemas nas contas do Cartão Cidadão, nas locações de imóveis, folha de pagamento etc.

Na qualidade de vereador noticio que estaremos analisando o material para que possamos da à população contribuinte uma resposta clara e digna.

Criação de Conselho de Cultura Agrícola é aprovado na Câmara de Vereadores


Na sessão da Câmara Municipal dessa quarta-feira (31), foi aprovado por unanimidade uma indicação legislativa dos vereadores Cláudio Andrade (PSDC) e Fred Machado (PPS). O objetivo é a reformulação da lei que rege o Conselho Municipal de Agricultura de Campos.

Segundo o vereador Cláudio Andrade, o objetivo é fortalecer a agricultura familiar. “A reformulação é importante porque vai dar força ao pequeno e médio agricultor que ficou desassistido nas últimas gestões municipais”, afirmou o vereador Cláudio Andrade.

Ainda de acordo com Cláudio, o último governo destinou apenas 0,25% do orçamento em agricultura, porcentagem que não condiz com a contribuição desse setor para a economia do município. “Mesmo diante da crise econômica, a última safra canavieira gerou mais de 800 empregos indiretos, ou seja, essa é uma área que merece investimento porque é revertido diretamente para a população”, destacou.