sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Prefeitura paga estatutários dia 24 e RPAs até o quinto dia útil


A Prefeitura de Campos efetua no próximo dia 24 o pagamento dos servidores estatutários ativos e inativos e cargos comissionados, referente ao mês de fevereiro. Segundo o secretário de Gestão Pública, André Oliveira, a folha de pagamento correspondente a estes 20 mil servidores, aproximadamente, corresponde a R$ 77 milhões.

— A prefeitura cumpre, mais uma vez, seu objetivo de pagar ao funcionalismo dentro do mês e, ainda, antes do Carnaval. Foi um grande esforço porque fevereiro é um mês muito curto, mas que conseguimos atingir o objetivo e pagar os servidores, dentro do mês e antes do Carnaval. Com trabalho responsável e planejamento, conseguimos alcançar nosso objetivo — informa o secretário.

Ele adianta que os trabalhadores do Recibo de Pagamento Autônomo (RPA) receberão, conforme previsto, no quinto dia último do mês seguinte. “Quem é da parte do RPA pode ficar tranquilo porque estará recebendo até o quinto dia útil do mês seguinte, conforme previsto”, tranquiliza.

Recadastramento - O secretário de Gestão Pública lembra aos servidores ativos da Prefeitura de Campos sobre o recadastramento, que acontece até o dia 02 de abril, seguindo o calendário da secretaria. Nesta quinta-feira (16), teve início o recadastramento com os servidores com nomes iniciados pela letra “E”, realizado nos dias 16, 17 e 20 de fevereiro. 

O recadastramento, que começou no dia 1º de fevereiro, termina no dia 02 de abril e o atendimento nos postos de atendimento é das 9h às 16h. Ele lembra que, não fizer o recadastramento, até o final do prazo, fica sujeito a ter o pagamento do mês de maio suspenso, conforme prevê o edital de convocação.

Por: Liliane Barreto 

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Terceira Via tv: Rafael presta contas e Cláudio Andrade assume CCJ

Vereador Cláudio Andrade assume CCJ da Câmara de Campos


O vereador Cláudio Andrade participou nesta quarta-feira (15), da primeira sessão da Câmara após o recesso de fim de ano. A sessão contou com a presença dos 25 vereadores eleitos e do prefeito Rafael Diniz que aproveitou a oportunidade para fazer um balanço dos quarenta dias de governo e lembrou que hoje, Cláudio ocupa a mesma cadeira que ele ocupava enquanto vereador.

O vereador Cláudio Andrade foi escolhido para presidir a Comissão de Constituição, Legislação, Justiça e Redação Final.

Trata-se de uma comissão técnica, considerada uma das mais importantes pelo caráter jurídico. Por ela, passam todas as mensagens vindas do executivo.

Cláudio Andrade também foi escolhido como membro da Comissão de Defesa da Juventude e também membro da Comissão de Legislação Participativa.

O presidente da Câmara, Marcão Gomes, leu o requerimento encaminhado pelo presidente do PSDC em Campos, Edson Faez, que escolheu o vereador Cláudio Andrade, líder do partido na Câmara, posição antes ocupada pelo vereador José Carlos, seu colega de partido.

*Postado pela assessoria!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Não podemos viver de heranças públicas


O escritor sueco August Strindberg (1849/1912) dizia que em sua obra “Senhorita Julia” que superstição e preconceitos não podem ser extirpados de uma hora para outra.

Trata-se de uma grande verdade e a política é um grande exemplo disso. Nela, ainda existem pessoas que para alcançarem um mandato eletivo trabalham as fraquezas dos menos favorecidos para alimentarem seus sonhos de poder.

Passeiam pelas comunidades e por áreas de enorme vulnerabilidade com remédios paliativos que apenas conferem sobrevida para aqueles que não querem somente sair do estado de miserabilidade. Querem independência.

Na atual conjuntura que vive o município de Campos dos Goytacazes, qualquer coisa que seja realizada pelo Prefeito Rafael Diniz e pelos vereadores de sua base (me incluo nesse grupo) será pouco diante da desestruturação herdada.

O romancista Ramón Del Valle-Inclán (1866/1936) foi cirúrgico ao dizer em sua obra “Luces de Bohemia” que as mais belas imagens ficam absurdas se refletidas num espelho côncavo.

Assim estamos hoje, no contexto municipal. Há desespero por vagas de emprego, por saúde de qualidade, por pagamento, enfim, por dignidade no sentido abrangente da palavra.

Verdade que não podemos iniciar essa jornada com o discurso cansativo de que tudo é culpa do passado. Na verdade é, mas é preciso encarar os obstáculos e conseguir passar para a população que o novo chegou e precisa de tempo para inovar.

Precisamos ser capazes de sentir alegria com a alegria do outro e esse é o segredo da felicidade. Na qualidade de vereador venho lutando para constatar nos olhos dos outros a alegria de dias melhores, mas isso não é simples e não ocorre com um estalar de dedos.

Guardo com carinho a célebre frase do romancista Sul africano (1903/1988) Alan Paton: “desistir de reformar a sociedade é desistir de suas próprias responsabilidades como homem livre”.

Amanha serão iniciadas as sessões na Câmara dos Vereadores e espero que possamos inaugurar uma nova fase. Precisamos de um novo tempo e de uma nova forma de fazer política.

O escritor italiano Giorgio Bassani (1916/2000) disse que o nosso defeito é seguir em frente com a cabeça eternamente virada para trás.

Não vou esquecer o que os governos passados fizeram com a minha amada Campos dos Goytacazes, mas, também não me permitirei ser um homem público de heranças.

Claudio Andrade.

Câmara de Campos inicia sessões e CPI da Lava jato poderá entrar em pauta


A Câmara de Vereadores de Campos inicia suas sessões plenárias deste ano nesta quarta-feira, dia 15, a partir das 17h. Para o início do ano no legislativo, a sessão ordinária contará com a presença do prefeito, Rafael Diniz, que irá abrir os trabalhos com uma mensagem ao legislativo. A sessão será transmitida ao vivo através da TV Câmara Campos no sinal aberto digital no canal 19.3; em sinal fechado nos canais 152 da VerTv e 2 da BlueTV; e através do site www.camaracampos.rj.gov.br.

“Esperamos contar com todos os 25 vereadores para a abertura das sessões ordinárias deste ano, que promete ser de muito trabalho. Vamos ter uma Câmara atuante e muito produtiva, com um trabalho voltado para a população. Estamos estabelecendo as comissões de trabalho para poder desde já distribuir os temas que surgirem e as propostas de projetos que forem formalizadas. Volto a dizer que a relação entre a Câmara e a prefeitura será de muito respeito e não de servilismo como vimos na gestão anterior”, disse o presidente da Câmara, Marcão Gomes (Rede).

Entre os assuntos que estarão nas pautas das primeiras sessões, o destaque será a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o envolvimento da gestão municipal anterior com executivos incluídos na Operação Lava Jato. 

*Por Vivianne Chagas - Ascom Câmara Campos

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Abastecimento de veículos: Rafael reduz taxa de administração de cartão em 20%


Secretaria Municipal de Gestão de Pessoas e Contratos

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES
SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA
EXTRATO DO 5º TERMO ADITIVO - RENEGOCIAÇÃO
Processo nº 2013.115.000393-9-PR
Pregão nº 035/2013
Contrato nº 0345/2013
Empresa Contratada: TRIVALE ADMINISTRAÇÃO LTDA
CNPJ: 00.604.122/0001-97
Objeto: O objeto do presente termo aditivo é a alteração do valor da contratação, em decorrência da renegociação dos valores contratuais promovida entre as partes, que culminou na redução de 20% (vinte por cento) sobre o valor da taxa de administração do cartão eletrônico de abastecimento, que irá atender a frota de veículos desta Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes.
Valor: O valor da taxa de administração do cartão eletrônico de abastecimento do contrato original de 3,40% (três vírgula quarenta por cento) que com o desconto de 0,68% (zero vírgula sessenta e oito por cento), passará a ser de 2,72% (dois vírgula setenta e dois por cento).
Data da assinatura: 16/01/2017
Campos dos Goytacazes, 07 de Fevereiro de 2017.
Id: 2012255

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Política e praia



O cantor e compositor Renato Russo (1960/1996) já dizia em um de seus poemas que quando se vê o mar existe algo que diz: a vida continua e se entregar é uma bobagem.

Na política há sim dois caminhos a seguir e um deles é o que nos leva ao reconhecimento por estar fazendo o bem de forma concreta.

Na última semana visitei -já tinha estado no local com o Prefeito Rafael Diniz- novamente no HGG (Hospital Geral de Guarus) para uma visita política e de averiguação das necessidades internas da unidade.

Um dos setores, o de atendimento pediátrico estava sem luz e os profissionais no escuro, iluminados apenas pela claridade emanada pelo aparelho que analisa exames e radiografias.

Nesse momento pensei e me veio à mente a praia. Motivo: ela é ainda um dos locais mais democráticos do mundo e assim deve ser as unidades públicas de saúde.

A praia recebe todos os dias pessoas de diferentes regiões, idiomas, classe social e de cor. Na praia o ato de mergulhar é democrático e só não se banha quem não quer.

Assim deve ser uma repartição pública: uma praia. A falta de iluminação no setor do HGG faz com que a praia fique interditada ou limitada de forma privada somente para alguns banhistas e isso causa exclusão.

Buscando resolver a questão a mim apresentada e sabedor das dificuldades encontradas pelo Prefeito Rafael Diniz, busquei, junto ao setor privado, a ajuda necessária para que o problema fosse solucionado de imediato, pois a praia e o banho de mar é direito de todos.

Essa relação da praia com o acesso ao que é público é necessário para que possamos entender que por muitos anos os serviços públicos foram agrupados para atenderem um seleto grupo de necessitados e os demais, não menos desfavorecidos, ficaram à deriva por questões meramente políticas. Tínhamos pequenas praias particulares.

Continuando a minha peregrinação por Guarus visitei umas das muitas UBS (Unidades Básicas de Saúde) e constatei problemas similares. As dificuldades lá encontradas também foram solucionadas em parte com ajuda da iniciativa privada.

Isaac Newton (1643/1727) disse um dia que não sabia como o mundo lhe via, mas que se sentia como um garoto brincando na praia, contente em achar aqui e ali, uma pedra mais lisa ou uma concha mais bonita, mas tendo sempre diante de dele, ainda por descobrir, "O grande oceano de verdades".

Na qualidade de vereador não posso ficar apenas esperando o poder público atuar, pois na atual situação, o socorro pode demorar um pouco, em que pese os esforços da atual gestão para tirar a cidade da areia movediça.

Busco para o povo, a praia. Que ela seja, em um futuro bem próximo, bela, democrática, estruturada e plural.

O povo merece.

Cláudio Andrade.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Detran: pedido de Cláudio Andrade vira indicação legislativa na ALERJ


Solicitação atendida: baixada vai ganhar posto de vistoria

O deputado estadual e presidente estadual do PSDC, João Peixoto, apresentou na ALERJ, sete Indicações Legislativas. Uma delas em atendimento ao pedido formal, protocolado pelo vereador Cláudio Andrade, líder do PSDC na Câmara de Campos.

Trata-se de UM POSTO DE VISTORIA DO DETRAN, NO DISTRITO GOYTACAZES – município de Campos dos Goytacazes.

O Distrito de Goytacazes, que integra a baixada campista, é uma localidade com grande adensamento populacional.

O atendimento a essa solicitação, trará um grande benefício aos moradores da localidade e da região, beneficiando milhares de proprietários de veículos. Desde já, o vereador agradece ao parlamentar, por atender com tanta brevidade, a sua solicitação.

#vereadordetodos #vereadordeverdade #lupanacoisapublica
#claudioandradenacamara #mandatodopovo
#mandatoquevocepaga

Postado pela assessoria!
Foto: Carlos Grevi

A Polêmica entrevista o secretário de desenvolvimento Vitor de Aquino







quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Cláudio Andrade faz parceria com iniciativa privada.



Diante da crise econômica, das ações de averiguação via auditoria do custo e beneficio dos serviços prestados pelo poder público municipal e na qualidade de vereador, Cláudio Andrade não poderia ficar apenas observando as demandas solicitadas pela comunidade.

Em que pese à luta do prefeito Rafael Diniz e de sua equipe para transformar o município, no momento ainda à deriva, o parlamentar buscou junto à iniciativa privada ajuda para resolver problemas pontuais, mas de extrema relevância e urgência.

Nesta quarta-feira (8), Cláudio Andrade visitou o Hospital Geral de Guarus (HGG) e a Unidade Básica de Saúde (UBS), de Custodópolis. Nas duas unidades foi recebido por funcionários que relataram as dificuldades diárias dos setores.

Após descobrir que no HGG um dos setores de atendimento pediátrico estava com lâmpadas queimadas e na UBS faltava álcool 70 para a realização de procedimentos clínicos, o parlamentar através de uma parceria com duas empresas do setor privado conseguiu garantir novas lâmpadas para o setor do HGG e o material que se encontrava em falta na UBS.

Cláudio afirmou que as parceria com a iniciativa privada continuarão em outras unidades do município. Segundo ele: "quem olha para trás vira estátua de sal"

Assessoria

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Por dentro ou por fora do copo?



Na vida temos a árdua tarefa de fazermos análises sobre a conjuntura que nos é imposta todos os dias.

Economia, família, educação e política são algumas dessas vertentes que como seres humanos falhos insistimos em tentar assinar o último capítulo da obra como se realmente conhecêssemos tudo e todos.

Antes de ser vereador eu conhecia o ‘copo’ por fora e fatalmente e humanamente fazia observações e concluía abordagens na tranquila posição de não estar dentro do copo.

Fora dele, apenas recebia gotas de informação e olhando para a água nele contida avaliava se a mesma estava ou não própria para o consumo.

Na qualidade de vereador, completei, no último dia dois de fevereiro, um mês de mandato e estou tendo a nobre experiência de analisar o líquido contido no ‘copo’ por dentro. Nesse caso, diferente de antes de ser eleito, posso mergulhar na água e até bebê-la se eu quiser.

Porém, ao estar diante do líquido que às vezes até derrama do copo estou vez ou outra – ainda não conheço o fundo do copo- brigando comigo mesmo, com meus conceitos e com a ardente ética que sempre será testada, seja em nossa vida privada ou no meu caso, na pública.

A água, na sua essência é inodora, insípida e incolor. No copo da vida não, com certeza não! A água que vislumbro na qualidade de representante do povo tem cheiro, sabor e cor.

Essa constatação não me anima, mas também não retira de mim a disposição para virar ou até quebrar o copo se for preciso.

Como bem disse a poetisa mineira Ana Martins Marques em seu poema “Tenho quebrado copos”: “tenho observado brevemente seu formato pensando que acontecer é irreversível pensando em como é fácil destroçar.”

“Tenho embrulhado os cacos com jornal para que ninguém se machuque como minha mãe me ensinou como se fosse mesmo possível evitar os cortes (mas que não seja eu a ferir) tenho andado a tentar não me ferir e não ferir os outros enquanto esgoto o estoque de copos”.

Nobre leitor, seguirei observando e aprendendo as nuances de cada copo. Dependendo do seu conteúdo, poderei estar contemplando algo bom ou ruim para a minha trajetória.

Sigamos o caminho das águas, mas como bom marinheiro, cauteloso para que não sejamos tragados por elas.

Cláudio Andrade

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Vereador Cláudio Andrade recebe funcionários da FMIJ


Funcionários da FMIJ que trabalham nas unidades de acolhimento foram recebidos pelo vereador Cláudio Andrade na Câmara de Vereadores para tratar de assuntos inerentes a classe.

Alexandre de Moraes será o novo ministro do STF


O presidente Michel Temer anunciará na tarde desta segunda-feira a escolha do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para o Supremo Tribunal Federal.

O próprio Temer telefonou no domingo para os demais candidatos para comunicá-los de sua escolha.

Na coluna de hoje no Estadão, informei que Moraes voltara a ganhar força.

O fato de Edson Fachin já ter sido nomeado o relator da Lava Jato e ter sido ocupada a vaga na turma que julga os processos da operação retiraram os principais obstáculos ao nome do ministro da Justiça.

Percebendo que a maré voltara a ser favorável ao seu nome, Moraes submergiu e deixou de comprar polêmicas quase diárias, como ocorrera, por exemplo, no início da crise no sistema carcerário.

Estadão.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Para moralizar é preciso ter moral


A administração do Prefeito Rafael Diniz completou um mês. Para muitos, nada foi feito. Porém, para alguém, como eu, que está tendo a oportunidade de acompanhar às questões internas de forma concreta: o governo avançou.

As aparições do prefeito nas diversas mídias no dia de ontem foi acertada pois foi possível pontuar situações que estavam sendo ventiladas de forma açodada e com um tempero de irritação e intranquilidade.

O marco de toda a peregrinação de Rafael pelos setores de mídia foi deixar claro onde seu governo iniciou. Esse marco é necessário para que o legado, – inegável e que precisa ser enfrentado com soluções- não fosse incorporado ao novo governo.

A ruptura inicial foi social quando a população eleitoral lhe concedeu mais de cento e cinqüenta mil votos. Agora iniciou o cisma com o ‘rosismo’ para deixar claro a população que a nascente de um novo rio é imprescindível.

Na qualidade de vereador estou me preparando para receber as demandas do executivo e tratá-las, com meus pares, de forma responsável, sempre tendo em mente que há que se ter muita coerência quando se analisa demandas governamentais. Motivo: os reflexos sociais dos atos são importantes, pois podem ser vida ou morte política.

Dentro desse contexto, nada melhor do que poder moralizar tendo moral. Nenhuma ação realizada pelo Prefeito Rafael e chancelada pela Câmara dos Vereadores criará agenda positiva senão vier acompanhada do exercício irrestrito e irrevogável da moral.

A sociedade criou um cemitério público e nele está abrindo covas para enterrar todos aqueles que praticam a má política. O velório desses homens públicos está sendo celebrado com pompas e isso é sinal de que ou o agente público se recria ou o ostracismo será o seu recanto eterno.

O escritor brasileiro Machado de Assis (1839/1908) já dizia que a moral é uma, os pecados são diferentes.

Pensem nisso.

Cláudio Andrade

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Reunião Extraordinária do Conselho Municipal de Saúde



Secretaria Municipal de Saúde

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

O Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Campos dos Goytacazes, Estado do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições legais: CONVOCA os Senhores Conselheiros para a Reunião Extraordinária do C.M.S. a realizar-se no dia 07 de fevereiro de 2017, às 20h, no Auditório do CMS, Localizado à Rua Voluntário da Pátria, n.º 875 - Fundos - Centro, com a finalidade de tomar conhecimento, discutir e decidir na reunião do C.M.S. os seguintes assuntos em pauta:

1 - Eleição da Mesa Diretora e Comissão de ética do CMS.

Drª. Fabiana de Mello Catalani Rosa

Presidente do C. M. S.
João Acácio Filho

Presidente
Comissão Especial para Decidir o Novo Formato da Secretaria Executiva do C.M.S.
Id: 2010185

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Leite Especial: Vereador Cláudio Andrade faz solicitação ao departamento de nutrição


Atendendo solicitações dos pais que necessitam do leite especial para suas crianças, o vereador Cláudio Andrade, encaminhou nesta última terça-feira, 31, um ofício ao setor de Nutrição da Secretaria de Saúde com pedido de informação sobre o fornecimento do alimento realizado pela prefeitura.

Obs: O Prefeito Rafael Diniz noticiou na InterTv que já está tomando as medidas necessárias para que o serviço seja mantido de forma eficaz.  

Equoterapia prestes a retornar em Campos

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Início do ano letivo da rede municipal de ensino será no dia 13


O começo do ano letivo da rede municipal de ensino será adiado em uma semana. Programado para segunda-feira (06), o início do calendário de 2017 será feito no dia 13. De acordo com o secretário municipal de Educação, Brand Arenari, a falta de uma transição correta e madura da gestão passada causou problemas no planejamento da pasta. A mudança foi tomada em comum acordo com o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe).

— Mesmo com o cenário negativo, fizemos um grande esforço para que o início do ano letivo não sofresse alterações. Porém, sem as informações necessárias que não foram passadas na transição, criou-se uma série de questões, entres eles o abandono de algumas unidades e a ausência de um sistema eficaz na secretaria. Temos que organizar diversos setores que se encontravam extremamente precarizados como transporte, infraestrutura e merenda. Chegamos a essa decisão ouvindo a categoria, e o Sepe concordou com a medida para o bem de alunos e professores — disse Brand.

Ao confirmar a mudança, o secretário de educação garante que o adiamento não vai causar danos ao calendário de 2017. “Tivemos menos de um mês para fazer todo o planejamento e esse foi o melhor caminho para atender toda a categoria. Além disso, não haverá consequências negativas para o decorrer do ano”, completa o responsável pela educação.

Por: Redação - Foto: Antônio Cruz -

Vereador Cláudio Andrade solicita posto do Detran em Goytacazes.



O vereador Cláudio Andrade requereu ao deputado estadual João Peixoto (PSDC) a implantação de um posto de vistoria do Detran no distrito de Goytacazes. Hoje, o município conta com dois postos, localizados no centro da cidade e no bairro do Caju. 

Um posto de vistoria na baixada já é uma reivindicação antiga e que atenderia a região que tem um fluxo intenso de caminhoneiros e cerâmicas. Além de também beneficiar outros municípios vizinhos como São João da Barra e Quissamã que não contam com o atendimento do Detran.

Só no posto do bairro do Caju, são realizados cerca de 300 atendimentos diários. Um posto na baixada desafogaria esse contingente e garantiria um atendimento de melhor qualidade aos motoristas.

Postado pela assessoria!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Saúde inicia vacinação contra febre amarela em Santo Eduardo


Teve início nesta segunda-feira (30), no distrito de Santo Eduardo, a primeira etapa de vacinação contra a febre amarela em localidades que fazem divisa com áreas de risco. A previsão é de que a vacinação aconteça até sexta-feira (3), sempre das 9h às 15h, em frente ao UPH.

De acordo com a enfermeira responsável pela rede de frio da secretaria de Saúde, Sílvia Reis, outras seis técnicas em enfermagem compõem a equipe de vacinação no distrito. Foram disponibilizadas 600 doses para o primeiro dia de imunizações. Segundo ela, o processo seguirá as determinações da secretaria de Saúde do Estado (SES), onde somente as pessoas com idade entre nove meses a 60 anos serão imunizadas.

— A quantidade de doses da vacina foi estipulada de acordo com o número total de habitantes do distrito. A população pode ficar tranquila que todos que tenham a faixa etária estipulada serão imunizados. Basta trazer o documento de identidade e um comprovante de residência. Na semana que vem estaremos no distrito de Santa Maria — ressaltou.

A dona de casa Gisele Ribeiro, 19 anos e a filha Maria Letícia Ribeiro, três anos, foram as primeiras a receber as doses da vacina nesta segunda-feira (30).

— Agora estou mais tranquila porque sei que fiz a minha parte. Estava muito preocupada, principalmente pela minha filha. A saúde dela vem sempre em primeiro lugar. Já chamei todos os meus conhecidos para trazer seus filhos também. Muitas pessoas têm medo de reações após tomarem a vacina, mas eu tenho mais medo é de que eu e minha filha fiquemos doentes — conta Gisele.

A prioridade de vacinação é para as pessoas que residam na divisa dos estados de risco e para quem comprovar viagem para essas áreas. Não podem receber a dose pessoas com câncer, HIV positivo, que têm alergia a proteína do ovo e a gelatina, que façam uso frequente de medicamentos como corticoide, gestantes e lactantes.

Por: Daniela Nascimento - Foto: Rodrigo Silveira - 30/01/2017 14:24:21

Prefeito Rafael participa de reunião sobre combate à criminalidade


O prefeito Rafael Diniz, acompanhado do procurador-geral do município José Paes Neto, participou na tarde desta segunda-feira (30), na sede do Ministério Público Estadual (MPE), de reunião para tratar de questões de combate à criminalidade em Campos. A reunião foi proposta pela promotora da 2ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal, Renata Felisberto, e contou ainda com a participação de autoridades das polícias Civil e Militar.

— Precisamos nos unir para resolver essa questão e Campos não vai se ausentar do debate sobre segurança pública. Precisamos atuar juntos e não iremos fugir à responsabilidade — enfatizou Rafael.

Durante o encontro foi colocada a necessidade da criação de um Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) para coibir prática de crimes levando em consideração resultados já obtidos em outros municípios como Volta Redonda, no Sul Fluminense, que conta com o sistema desde o ano de 2010.

Após a reunião, ficou decidido que no dia 7 de março, deste ano, haverá uma palestra ministrada pelo coronel PM Ibiapina sobre a implementação do Ciosp para empresários, prefeitos da região, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e representantes de entidades.

Por: Anna Luiza Paixão - Foto: Rafael Peixoto -

Rosinha alugava salas no Rio e escondia do povo necessitado



A surpreendente revelação feita por esta Coluna, quanto ao aluguel pago por Rosinha à Empresa Queimado Empreendimentos Agrícolas LTDA, no valor de R$ 18.105.52 mensais, para funcionamento da Secretaria de Obras do nosso município - gerando um gasto anual de R$ 217.266.24 - trouxe o tema aluguel novamente à tona.

Os dados que apresento a seguir ultrapassam os limites territoriais de nosso município e chegam à capital do Estado do Rio de Janeiro onde Rosinha já exerceu o cargo de governadora.

Caros leitores, pasmem! Na conhecida cidade maravilhosa, a Prefeitura de Campos, na pessoa de sua prefeita, celebrou um contrato de aluguel com a Empresa Merkator Administração Empreendimentos Imobiliários, situada na Avenida Almirante Barroso, 63, An 4 Sl 407, Centro, Rio De Janeiro, RJ, 20031-003.

Trata-se da locação de salas e de garagem; tudo com dinheiro público oriundo do pagamento de nossos tributos. Repita-se: de nossos tributos!

O contrato de locação é o de nº 20150040001137, em que Rosinha pagou por mês a quantia de R$ 7.865.28 (sete mil, oitocentos e sessenta e cinco reais e vinte e oito centavos).

Partindo do princípio de que os contratos de locação são, em sua maioria, de doze meses, pode-se concluir que Rosinha gastou por ano com o aluguel das salas a quantia de R$ 94.383.36 (noventa e quatro mil, trezentos e oitenta e três reais e trinta e seis centavos), o que é de assustar qualquer cidadão contribuinte.

Caso esse contrato de aluguel de salas no Rio de Janeiro estivesse em vigor desde a sua posse como prefeita, em 2008, somando-se os seis anos de governo, chega-se à quantia de R$ 660.683.51 (seiscentos e sessenta mil, seiscentos e oitenta e três reais e cinquenta um centavos), ou seja: mais de meio milhão de reais que saíram de nosso município para engordar as contas de mais uma empresa forasteira, sem contarmos as correções.

Além disso, Rosinha também gastou com aluguel de garagem na capital do Estado do Rio de Janeiro. A mesma empresa, Merkator Administração Empreendimentos Imobiliários, possui o contrato de locação de garagem (nº 2014.004.0077602) com a Prefeitura de Campos, no valor mensal de R$ 1.009.80 (mil e nove reais e oitenta centavos), conforme ordem bancária exemplificativa de nº OB 2014 OB 24515, apresentada na relação de despesas da Prefeitura, correspondente ao dia 23/12/2014.

Esse contrato de aluguel de garagem estava em vigor e gerava uma despesa anual ao nosso município de R$ 12.117.60 (doze mil, cento e dezessete reais e sessenta centavos).

Caso esse contrato de aluguel de garagem no Rio de Janeiro estivesse em vigor desde a posse de Rosinha como prefeita, em 2008, chega-se à quantia de R$ 84.832.20 (oitenta e quatro mil, oitocentos e trinta e dois reais e vinte centavos).

Partindo desses valores, fica a seguinte pergunta: quantos chefes de família com salários de até mil reais poderiam estar trabalhando nas firmas prestadoras de serviço se a prefeita Rosinha não se desse a esse luxo cruel na capital do estado?

De maravilhosa nossa cidade não tem nada, não é prefeita?

Se hoje falta dinheiro, com a palavra aquela que gastou sem critério, Rosinha Garotinho.

domingo, 29 de janeiro de 2017

Abrindo os olhos dos campistas


O escritor Russo Amadeus Hoffmann (1776/1822) já dizia que a humanidade é propensa a construir um toldo que a impeça de olhar para o céu.

O município de Campos dos Goytacazes está vivendo uma nova etapa de sua história. A nova gestão chega para tentar reconstruir uma cidade apequenada, destruída física e orçamentariamente falando.

A crise nacional e estadual laborativa chegou a Campos e isso é também responsabilidade dos gestores municipais que durante anos promoveram ações de cunho privado em detrimento à coletividade.

A Secretaria de Trabalho e Renda é um exemplo claro disso. Durante a gestão de Rosinha muito pouco foi feito para que os jovens e os inseridos em programas sociais pudessem ingressar no mercado de trabalho.

Esse desleixo fez com que a violência fosse um dos fatores predominantes, aliado é claro, ao consumo de entorpecentes e a briga entre facções.

O escritor Voltaire (1964/1778) já dizia que todos os homens são iguais. Não é o nascimento, mas sim a virtude, que os diferencia.

Na atual conjuntura não podemos avaliar de forma profunda a nova gestão. O legado deixado pela ex-governadora se aproxima de ‘restos mortais’ tamanha depreciação dos prédios públicos, como o da Secretaria de Educação e de Esportes, sem contar o descontrole financeiro oriundo de equivocadas operações financeiras.

As cobranças precisam ser feitas. Temos um prefeito escolhido em primeiro turno com mais de cento e cinqüenta mil votos e isso, por si só, já chancela o povo campista a questionar e demonstrar toda a sua ansiedade por transformações.

Contudo, o escrito Alan Paton (1903/1988) sempre disse que desistir de reformar a sociedade é desistir de suas responsabilidades como homem livre.

Na qualidade de vereador entendo que eu e os demais agentes públicos temos uma grandiosa responsabilidade com a sociedade campista que hoje corresponde a quase meio milhão de habitantes.

No entanto, necessário se faz, andar em pisos firmes para que as ações não sejam praticadas de forma inconseqüente e cause mais prejuízos ainda a uma população calejada e detentora de graves prejuízos sociais.

O romancista português Gonzalo Torrente (1910/1999) citava que o passado e o futuro não existem. Tudo para ele era presente.

No caso do município de Campos há um esforço contínuo para virarmos a página. Entretanto o legado macabro deixado por Rosinha nos obriga a ir e vir do passado e isso pode atrasar um pouco a redenção administrativa e social de nossa querida planície.

Cláudio Andrade.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Rosinha impede Rafael de pagar 150 mil pessoas.



Desde 08 de Novembro de 2015

Antes de Rosinha criticar a gestão de Rafael em relação aos RPAs ela deveria explicar o sumiço de R$ 110 milhões que hoje poderia estar contemplando milhares de famílias.

O sumiço desse valor absurdo impede Rafael de ajudar 150 mil pessoas com remuneração de aproximadamente R$ 1.100 reais

Cadê o nosso dinheiro, Rosinha?  

Notícias sobre RPA


Informação para os trabalhadores de RPA. O pagamento poderá ocorrer até o 5º dia útil conforme já era feito pelo governo passado ou ser antecipado.

Vale dizer que o mês que será pago é referente ao de Janeiro. Os companheiros que estão aguardando o pagamento referente ao mês de Dezembro vão precisar esperar o término da auditoria.

Vereador Cláudio Andrade abre as portas do seu gabinete


Meus amigos gostaria de aproveitar este espaço para deixar a disposição de vocês os contatos do meu gabinete!

Espero que todos se sintam a vontade para levar ao meu conhecimento quaisquer que sejam as sugestões, críticas, projetos, demandas, reclamações, pedidos dentre outras abordagens! Quero honrar o meu compromisso de campanha! O meu gabinete está de portas abertas e minha equipe de assessores pronta para recebê-los!

□ E-mail: claudioandrade@camaracampos.rj.gov.br
□ Tel: .
▪Fixo: (22) 2101-6355
▪Cel: (22) 99749-4599
#vereadordetodos #vereadordeverdade #lupanacoisapublica
#claudioandradenacamara #mandatodopovo
#mandatoquevocepaga

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Prefeitura convoca funcionários estatutários ativos para recadastramento


EDITAL DE CONVOCAÇÃO


O Secretário Municipal de Gestão Pública, no uso de suas atribuições legais, convoca todos os Funcionários Estatutários ATIVOS da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes, para que, do dia 01/02/2017 até o dia 03/04/2017, de segunda à sexta-feira, de 9h às 16h, compareçam aos locais de recadastramento (Anexo II), conforme o cronograma (Anexo I), munidos dos documentos (originais e cópia)

Abaixo descritos:

Formulário de Recadastramento (Disponível no portal do servidor)
Declaração de Acumulação de Cargo (Disponível no portal do servidor)
- (Anexo III)
CPF
RG
Título de Eleitor
Carteira de Trabalho (folha de rosto, frente e verso)
Carteira de Motorista (Obrigatório para cargos que exigem essa documentação)
Certificado de Reservista
Comprovante de Residência atual
01 foto 3x4(atual)
Comprovante de Escolaridade
Cursos Extracurriculares
Carteira de Registro de Classe
Certidão de Nascimento/Casamento/Divórcio ou União Estável
Certidão de Nascimento de filhos menores de 21 anos
RG e CPF do conjugue (somente cópia)
PIS/PASEP
Na ausência da Carteira de Trabalho, os interessados poderão se dirigir à Superintendência Municipal de Trabalho e Renda, que
fica localizada na Rua Marechal Floriano, 255, Centro, em frente ao Jardim São Benedito, para sua emissão. O atendimento é feito das 8h
às 17h, de segunda a sexta-feira.
1 - Para a emissão da primeira via, os documentos necessários são: carteira de identidade, certidão de nascimento ou de casamento,
comprovante de residência e CPF, original ou cópia autenticada.
2- No caso de segunda via, é necessário comprovar o número da carteira anterior, através de pesquisa ativa do PIS, na Caixa
Econômica Federal (CEF), e boletim de ocorrência, em caso de perda, extravio ou furto.
Para os que não possuem o cartão do PIS/PASEP deverão imprimir o comprovante da inscrição através do site (https://www5.dataprev.gov.br/cnisinternet/faces/pages/index.xhtml),
na opção inscrição > filiado.
Aqueles que por alguma razão estiverem impossibilitados de comparecer deverão nomear procurador para representá-los junto ao Município de Campos dos Goytacazes, onde será exigida apresntação da procuração por autenticidade ou semelhança ATUAL, com firma reconhecida.
Os servidores cedidos para outras secretarias deverão procurar o local previsto da sua secretaria de origem.

Diário Oficial.

Segurança jurídica pessoal para os prefeitos


A cada semana cresce o número de agentes políticos processados por atos de improbidade administrativa.

Segundo levantamento realizado pelo Anuário da Justiça, quatro em cada dez cidades do Estado de São Paulo tinham prefeitos condenados entre novembro de 2014 e outubro de 2015.

Esses prefeitos foram condenados por diversos delitos, dentre eles, contratações sem licitação, fraudes a licitações, dispensa de concurso público, uso indevido de verbas públicas e uso da máquina para propaganda pessoal.

Esses delitos estão levando para cadeia grandes nomes da política nacional. Prefeitos, governadores e deputados estão sendo encarcerados após minuciosa investigação das forças de segurança.

Entendo que esses agentes públicos precisam se precaver. Importante que os novos prefeitos que estão assumindo agora, neste mês de janeiro, estejam atentos a legislação, pois a figura do ordenador de despesas é o ponto central de inúmeras ações.

Muitas das demandas propostas pelo Ministério Público, por exemplo, são pautadas em situações que causaram incontestável dano ao erário, sendo passível, como conseqüência, após a condenação, a inelegibilidade por oito anos.

A regulamentação destas matérias segue com a Lei 8.429/1992 (LIA) que dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional.

Apresenta um conceito amplo de sujeitos ativos de atos ímprobos, incluindo agentes políticos. Com o passar dos tempos novos dispositivos legais, como a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/2000), tornaram mais rígidos o controle sobre irregularidades praticadas no transcorrer dos respectivos mandatos.

Dentro desse contexto é importante que os prefeitos possuam uma assessoria jurídica pessoal, mesmo que a Procuradoria do município exerça a sua função legal de defender o município.

A defesa pessoal do prefeito deve ser entregue a um profissional específico para que as demandas inerentes ao cargo também possam ser defendidas na esfera pessoal do político.

Entendo que as ações realizadas pela polícia federal devem ter continuidade, pois nunca se moralizou tanto a política e isso se deve ao árduo trabalho desses agentes federais. Todavia, não custa lembrar que nem todos os acusados são culpados e muitas alegações poderão se tornar infundadas no curso das investigações.

Sendo assim, uma assessoria jurídica pessoal que possa defendê-los dentro dos preceitos legais é de suma importância e pode ser a grande via para se evitar possíveis injustiças.

Cláudio Andrade